Foco

‘Galã do Tinder’: Investigações apontam pelo menos 5 novas vítimas de ‘estelionato sentimental’

Renan Augusto Gomes, de 35 anos, está preso desde o último dia 22

'Galã do Tinder' é preso na Zona Norte de São Paulo

Pelo menos cinco novas vítimas de Renan Augusto Gomes, de 35 anos, mais conhecido como “galã do Tinder” foram identificadas desde que o rapaz foi preso, no último dia 22.

Novos inquéritos apontam para uma rede maior de mulheres que caíram no chamado “estelionato sentimental”. As investigações dão conta de golpes mais longos e lucros ainda mais altos.

Uma das cinco novas vítimas relatou prejuízo superior a R$ 500 mil. A mulher teria emprestado o montante a Gomes mediante a promessa de participação em uma sociedade em uma loja de celulares que nunca existiu.

Recomendados

Segundo apurou o “Estadão”, em ao menos dois novos casos as investigações apontam que Gomes também manteve relacionamentos paralelos com mulheres diferentes por mais de um ano.

Uma terceira mulher teria sido submetida a abusos emocionais e psicológicos de Gomes. As outras vítimas ainda não estão em condições emocionais para prestar declarações, segundo a promotora Érika Pucci da Costa Leal, que atua no caso.

Ao todo, 12 mulheres que teriam sido enganadas pelo “galã do Tinder” já foram identificadas.

A prisão

Gomes foi preso na região de Pirituba, Zona Norte de São Paulo, durante operação conjunta entre a Deic (Delegacia Especializada em Investigações Criminais) de São Bernardo do Campo e o MP (Ministério Público). Ele é suspeito de aplicar golpes em São Paulo e em São Bernardo do Campo após conhecer as vítimas em aplicativos de relacionamento.

A prisão preventiva do suspeito havia sido decretada há cerca de três meses. A defesa do suspeito ingressou com um pedido de habeas corpus na 2ª instância, que acabou negado. Ele passou, então, a ser considerado foragido.

Renan foi encontrado na Avenida Raimundo Pereira Magalhães em um carro. Ao tentar fugir, acabou batendo em três veículos. Foi detido e encaminhado à delegacia.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos