Foco

Homem usa carrinho de mão para levar corpo da mãe ao cemitério; cena comoveu população

Caso aconteceu no Rio Grande do Norte

Agricultor transporta corpo da mãe em carrinho de mão até cemitério

Um homem de 60 anos usou um carrinho de mão para levar o corpo da mãe, de 82, por cinco quilômetros, até o cemitério da cidade de Vera Cruz, no Rio Grande do Norte. A cena, que aconteceu na última quinta-feira (21), comoveu a população local.

Antônia Alves da Silva morreu no dia anterior na propriedade da família, que fica em uma comunidade rural de Monte Alegre. Ela morava com a filho, Joaquim, que é analfabeto. Sem ter informações sobre o que fazer diante do falecimento da mãe, ele colocou o corpo em um carrinho de mão, pegou uma pá e partir em direção ao cemitério.

Ao ver a situação completamente inusitada, muitos moradores se aproximaram do cemitério. O agricultor disse, então, que a pá seria usada para enterrar a própria mãe.

LEIA TAMBÉM: Segurança é preso por facilitar entrada de criminosos em shopping de SP; entenda o caso

Autoridades foram acionadas

Segundo o “UOL”, a GCM (Guarda Civil Municipal) foi acionada e conversou com Joaquim. Os agentes explicaram que haviam trâmites burocráticos a serem cumpridos, mas o homem simplesmente não conseguia entender.

A PM (Polícia Militar) e técnicos da Secretaria de Assistência Social da cidade também foram chamados. Por fim, descobriu-se que a mãe de Joaquim não poderia ser enterrada ali, já que a comunidade em que vivia pertence ao município vizinho, Monte Alegre. Uma viatura, então, levou o corpo de Antônia à cidade de origem.

De acordo com o agricultor, a mãe sofria de algumas doenças e tinha uma ferida que infeccionou. O Itep (Instituto Técnico-Científico de Perícia) da Polícia Civil, ficou encarregado de fazer exames para confirmar a causa da morte da idosa.

VOCÊ TAMBÉM PODE QUERER SABER:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos