Foco

Vídeo: ‘Trend do Corretivo’ viraliza e coloca saúde de jovens em risco

Vídeos nas redes sociais mostram alunos cheirando pó de branquinho

A mais nova tendência das redes sociais que está tomando conta das escolas consiste em raspar o pó do líquido corretor (o famoso branquinho) e cheirar. É o chamado ‘Trend do Corretivo”. A informação é do G1.

Vários vídeos circulam nas redes sociais mostrando alunos do ensino fundamental cheirando o pó do corretor líquido dentro de salas de aula. No Twitter e Facebook internautas comentam de alunos suspensos ou ate mesmo expulsos por estimular a prática. Em alguns casos, há citações de que até a polícia foi acionada pelas escolas.

O que pode parecer apenas uma brincadeira para a maioria dos adolescentes pode envolver graves riscos á saúde. Médicos advertem que a inalação do produto pode causar danos à mucosa do nariz, provocando sangramento nasal, agravar quadros de rinite e sinusite e provocar intoxicações graves.

Recomendados

Outro risco, alertam os médicos, é que alterações na fórmula de cada produto podem levar a doenças graves. Os ingredientes mais comuns na fórmula do produto são óxido de titânio, responsável pela cor branca, e etanol, que funciona como um solvente, garantindo a secagem rápida do produto, ambos perigosos à saúde.

Nos Estados Unidos, a prática também se popularizou ente os estudantes, na década de 80, e os médicos ligaram à prática ao aumento de problemas de coração.

LEIA TAMBÉM: História do ex-morador de rua vira notícia em tabloide britânico

No Brasil, as postagens sobre a prática do ‘Trend do Corretivo’ aparecem sobretudo nos estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina. A maioria das escolas emitiu alerta para que os pais fiquem atentos às redes sociais de seus filhos.

“Fizeram a trend do corretivo e agora deu polícia na escola”, disse um adolescente.

“Tony foi suspenso porque gravou um TiktTok cheirando branquinho”, disse outro estudante.

Pode interessar também:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos