Foco

Mais testemunhas denunciam o vereador do RJ Gabriel Monteiro por estupro

Programa ‘Fantástico’ deste domingo trouxe novas vítimas que disseram ter sofrido assédio sexual

Neste domingo, o Fantástico trouxe novas acusações contra o vereador do Rio de Janeiro Gabriel Monteiro (PL-RJ), que já responde por assédio sexual e moral em outra reportagem também revelada pelo programa.

Desta vez, outras vítimas que não quiseram se identificar o acusaram de estupro. Uma das vítimas contou que mantinha relação sexual consensual com o vereador, mas um dia ele re recusou a usar preservativo e diante da negativa da mulher ele forçou a penetração sem o seu consentimento.

Em outro caso, a vítima disse que ele passou dos limites e começou a forçar o sexo, e quando ela se debateu ele apontou uma arma para sua cabeça e a mandou ficar quieta. Ele também teria feito sexo sem camisinha, sem o consentimento da mulher.

No final de março, em outra reportagem, o programa trouxe denúncias de assessores que trabalhavam diretamente com o vereador e eram assediados. Alguns assessores disseram que ele pedia ‘carinhos’ em suas partes íntimas.

Já Luiza Batista, ex-assistente de produção de Monteiro, contou que, certa vez, ele pediu para fazer massagem no seu pé . “Eu tentava tirar o pé e ele segurava. Aí foi começando a passar a mão nas minhas pernas. Começou a me agarrar, me morder, me lamber.”

LEIA TAMBÉM: Menino perdeu mãe e seis irmãos em deslizamento em Paraty

As denúncias de Luiza vão além: “Ele me abraçava assim por trás. Beijava o meu rosto, saía de pênis ereto e ia mostrar para o segurança”.

A vítima precisou procurar um psiquiatra, pois chegou ao ponto de quere tirar a própria vida por, de alguma forma, achar que era culpada pelo o que estava passando.

Monteiro, que também é youtuber e ex-policial, também é acusado de manipular vídeos e explorar menores de idade. Em um deles, ele aparece supostamente encurralado em um tiroteio.

O Conselho de Ética da Câmara afirmou, em nota, que tomou conhecimento dos fatos pela reportagem e que aguarda acesso ao material para agir.

Monteiro, por sua vez, negou todas as acusações de assédio ao “Fantástico”.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos