Foco

Quatro motoristas de caminhões roubados são libertados de cativeiro, em SP

Polícia diz que grupo criminoso roubava veículos de grande porte para revender no Paraguai

Quatro motoristas de caminhão que eram mantidos em cativeiro foram resgatados pela polícia em Presidente Prudente, no interior de São Paulo. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), eles foram vítimas de uma quadrilha especializada em roubos de veículos de grande porte para revenda no Paraguai. Seis pessoas foram presas suspeitas de ligação com o grupo criminoso.

O resgate dos reféns ocorreu na tarde de quinta-feira (21). Segundo a SSP, a ocorrência teve início após uma empresa de rastreamento passar o emplacamento de um caminhão trator que teria sido roubado e seu motorista sequestrado. O veículo indicado foi abordado pelo 2º Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), na rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), em Presidente Prudente, sendo solicitado que o seu ocupante desembarcasse.

LEIA TAMBÉM:

Questionado, o homem, morador da Baixada Santista, alegou ter sido contratado para ir até Presidente Prudente para buscar o caminhão e levá-lo até a fronteira do país, sendo que ação que já tinha sido realizada por ele outras três vezes. Diante da informação e nervosismo, o condutor foi detido e conduzido até 1ª Delegacia de Investigações Gerais (DIG), da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) da cidade.

Ao ser interrogado, o homem complementou sua história relatando que ao chegar no município se hospedou em um hotel e depois foi levado por duas pessoas em um veículo, modelo Onix, até o local onde estava o caminhão. Para confirmar a versão de ter sido contratado por um terceiro para o serviço, o homem autorizou os agentes a verificarem seu celular, resultando no encontro de uma foto de outra carreta roubada, sendo verificado que o motorista deste veículo também estava desaparecido.

Os policiais civis conseguiram colher imagens do carro usado para levar o detido até o caminhão, bem como descobriram o desaparecimento de outro motorista de carreta. As suspeitas de que todos os crimes ocorreram na mesma região e que as vítimas estavam sendo mantidas em cativeiro foram reforçadas.

Casal preso

Ao longo das diligências, um veículo, o qual seu condutor alegou participar de um aplicativo intermediador de caronas, foi abordado por outra equipe do 2º BPRv, na rodovia João Batista Cabral Rennó (SP-225), na altura de Santa Cruz do Rio Pardo. No carro, havia um casal de passageiros, suspeitos de envolvimento com os roubos de caminhões.

A dupla teve suas bagagens vistoriadas, sendo encontrados um revólver calibre 38, celulares, coletes refletivos e capacetes de proteção, que foram apreendidos para perícia. Os dois passageiros foram detidos e o condutor do automóvel, em colaboração com a ação dos militares, informou o local onde buscou os suspeitos, já que poderia ser a região de localização do cativeiro.

Assim, investigadores se deslocaram para a cidade de Álvares Machado e, após levantamentos, identificaram o possível local usado como cativeiro na área rural.

A equipe policial foi até a propriedade e encontrou quatro vítimas da quadrilha, todas do sexo masculino, que foram imediatamente resgatadas. Elas estavam em completo pavor no momento da sua libertação e disseram estar trancafiadas há dias, sendo obrigadas a realizar as necessidades fisiológicas em pequenos baldes improvisados.

Na unidade especializada, as vítimas foram ouvidas e todas relataram terem sido roubadas na cidade onde foram encontradas, em ruas próximas ao encontro da avenida Manoel Goulart com a rodovia Raposo Tavares, após responderem a anúncios de fretes em sites especializados.

Por meio de fotografia, todos os motoristas sequestrados reconheceram os objetos localizados com o casal detido como sendo aqueles usados pelos criminosos que os renderam. Além disso, reconheceram o homem como sendo o principal roubador.

Mais prisões

Mesmo com o encontro das vítimas e os primeiros reconhecimentos, a polícia prosseguiu com diligências para localizar o automóvel usado para levar o primeiro detido até o local onde estava o caminhão.

O carro em questão foi abordado por uma equipe do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR), do 5º BPRv, na cidade de Barueri, na Grande São Paulo. O veículo era ocupado por três homens que foram detidos e levados à 1ª DIG, onde foram reconhecidos pelas vítimas. Além disso, na posse do trio foram encontradas uma aliança de ouro e uma faca, roubadas dos motoristas sequestrados.

Todos os seis detidos foram atuados em flagrante por roubo de veículo, sequestro e cárcere privado, associação criminosa e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. A prisão preventiva deles foi decretada e o grupo encaminhado ao Centro de Detenção Provisória da região.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos