logo
/ Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil / Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil
Foco 22/07/2021

Estado de São Paulo registra menor média de ocupação de leitos de UTI do ano

Queda está associada ao avanço da vacinação contra a covid-19

Por : Metro World News

O Estado de São Paulo registrou pela primeira vez no ano uma ocupação inferior a 60% nos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) dedicados ao atendimento de casos de covid-19. Nesta quinta-feira (dia 22), a média é de 59,2%.

A título de comparação, na segunda onda da pandemia a taxa chegou a ultrapassar 92%. No período, este patamar também havia sido superado na Grande São Paulo, que hoje tem ocupação de 54,6%.

Leia também:

VÍDEO: homens roubam quatro celulares em apenas um minuto

Auxiliar de limpeza de hospital que não quis se vacinar contra a covid-19 é demitida

Pix poderá ser usado em aplicativos de mensagens e compras online, diz Banco Central

A redução ocorre também em números absolutos de pacientes internados. Hoje são 12.943 hospitalizações, somando 6.195 em enfermaria e 6.748 em leitos de UTI.

Segundo o governo, as quedas são reflexo das estratégias de combate à pandemia, sobretudo por meio da vacinação, que já imunizou mais de 72% dos adultos no Estado.

Desde março do ano passado, São Paulo registrou 3.979.102 casos de covid-19 e 136.466 mortes. Ao todo, mais de 3.649.393 pessoas estão recuperadas, sendo que 419.143 foram internadas e receberam alta hospitalar.

Vacinação na Capital

A cidade de São Paulo vacina nesta quinta-feira pessoas com 31 anos. Já nesta sexta, moradores da Capital na faixa de 30 anos começam a ser imunizados em todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da cidade.

Como tem feito nos últimos finais de semana, a administração municipal pretende usar o sábado para fazer a repescagem, ou seja, vacinar as pessoas que não comparecem aos postos em seus respectivos dias de imunização. A repescagem vale para a população entre 30 e 34 anos.

Confira os endereços para vacinação aqui.