logo
Manifestação contra Jair Bolsonaro / Paulo Pinto/ Fotos PublicasManifestação contra Jair Bolsonaro / Paulo Pinto/ Fotos Publicas
Foco 03/07/2021

Manifestação contra governo Bolsonaro fecha Avenida Paulista

Concentração começou por volta das 15h, no vão livre do Masp

Por : Metro World News

Atualizada

Manifestantes realizaram neste sábado (dia 3) ato contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Avenida Paulista, em São Paulo.

A concentração começou por volta das 15h, no vão livre do Masp (Museu de Arte de São Paulo). Pouco tempo depois, os dois lados da via foram fechados. A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) chegou a interditar seis quarteirões. 

Leia também:

Atos pelo impeachment de Bolsonaro ocorrem em 261 cidades do Brasil e exterior

Cidade de São Paulo aplica 2ª dose da vacina contra covid-19 neste sábado

Mega-Sena sorteia neste sábado R$ 27 milhões

A Secretaria de Segurança Pública do Estado reforçou o esquema de policiamento na região, com cerca de 600 policiais.

Os manifestantes reivindicaram o impeachment do presidente, mais vacinas contra a covid-19 e auxílio emergencial de R$ 600.

Pelo País

Protestos contra o presidente Bolsonaro aconteceram hoje por todo o País, não apenas na capital paulista.

Em dois meses, esta é a terceira manifestação organizada por opositores do governo. A primeira foi em 29 de maio e a segunda, em 19 de junho. Este, contudo, é o primeiro ato após o pedido unificado de impeachment, protocolado na Câmara dos Deputados na última quarta-feira (dia 30).

Os atos deste sábado foram organizados por movimentos sociais como MST, MTST, frente Povo Sem Medo, Brasil Popular, Coalizão Negra por Direitos, UNE (União Nacional dos Estudantes), CMP (Central de Movimentos Populares) e Uneafro Brasil.

Partidos como PT, PSOL e PCdoB apoiaram as manifestações.