logo
Foto: Reprodução / Facebook /
Foco 08/06/2021

Garis entram em greve em SP: “Sem vacina, sem coleta”

Por : Metro World News

Funcionários da empresa de serviço de limpeza urbana de São Paulo realizaram uma manifestação na manhã desta terça-feira (8) em frente à Prefeitura e anunciaram a paralisação da coleta e varrição das ruas até que a categoria seja vacinada contra covid-19

“A categoria que NUNCA parou merece vacina, respeito e reconhecimento! SEM VACINA, SEM COLETA”, publicou o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Prestação de Serviços de Asseio,  Conservação e Limpeza Urbana de São Paulo (Siemaco-SP).

A LIMPEZA URBANA PAROU!✊ Nesta terça-feira (8), a Limpeza Urbana paralisou os serviços de varrição e coleta de lixo de São Paulo. A categoria que NUNCA parou merece vacina, respeito e reconhecimento! SEM VACINA, SEM COLETA! ✊ #SemVacinaSemColeta #LimpezaUrbana #SiemacoSP

Publicado por Siemaco São Paulo en Martes, 8 de junio de 2021

De acordo com o sindicato, a categoria é uma das mais expostas ao risco de contágio, já que é um serviço essencial que não pode ser interrompido, mesmo nos momentos mais críticos da pandemia. Os representantes do sindicato já haviam protocolado pedidos de prioridade na imunização conta covid-19 junto ao governo do estado e prefeitura, mas nunca tiveram nenhuma resposta.

LEIA TAMBÉM:

Pai que torturava filho com choques elétricos é preso em Goiás

Vídeo mostra homem infectado por ‘fungo preto’ após se recuperar de covid-19

O prefeito Ricardo Nunes disse que a prefeitura não foi avisada com antecedência, mas já está negociando com a categoria o retorno às atividades.

De acordo com o prefeito, a inclusão de novos grupos de vacinação depende do calendário definido pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, e pelo Programa Estadual de Imunização (PEI), do governo de São Paulo.

Outras categorias, como metroviários, motoristas e cobradores de ônibus conseguiram entrar na fila de imunização depois que ameaçaram fazer greve.