logo

Uma nova variante da covid-19 que tem origem no Chile ou Peru está se alastrando pela América, afirma médico microbiologista do Peru.

A variante, que recebeu o nome de C.37, corresponde a quase 40% das amostras que foram colhidas em Lima, na capital do Peru, de acordo com o médico microbiologista Pablo Tsukayama.

“O que estamos vendo é que em dezembro, mais ou menos, começa a aparecer uma nova variante que não tínhamos visto em lugar nenhum, que não é a britânica, nem a brasileira, nem a sul-africana, mas deriva de algo que já é circulando por aqui”, disse.

LEIA TAMBÉM:

Ambev divulga mais de 500 vagas de emprego em todo o País

Quer adotar um cãozinho? ONG faz campanha nesta terça no metrô Paraíso

De acordo com o médico, os dados são muito preliminares para que se possa afirmar se a nova variante possui maior transmissibilidade, virulência ou taxa de mortalidade.

A C.37, segundo Tsukayama, descende de uma linhagem chamada B.1.1.1 que circula pelo mundo desde o início da pandemia e foi identificada no Peru em 2020.

“A única coisa que sabemos é que começa a aparecer no mesmo momento em que começa a surgir a segunda onda no Peru. Isso é uma correlação”, acrescentou.

Segundo o microbiologista, já há evidências de que essa variante está circulando no Chile, Argentina, Colômbia, Equador e outros países da região.