logo
vacina contra covid-19 / GovSP/Fotos Públicasvacina contra covid-19 / GovSP/Fotos Públicas
Foco 09/04/2021

Vacinação de professores e idosos com 67 anos é antecipada em São Paulo

Para os professores com mais de 47 anos, imunização já começa amanhã (dia 10)

Por : Metro World News

O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (dia 9), durante coletiva de imprensa, que vai antecipar a vacinação contra a Covid-19 para professores e idosos com 67 anos.

Para os professores com mais de 47 anos e que estejam trabalhando ativamente em instituições de ensino, a vacinação começa amanhã (dia 10).

Leia também:

Via Varejo tem mais de 150 vagas de emprego abertas

A imunização do grupo estava prevista para segunda-feira (dia 12), mas o cronograma foi antecipado. Esse público corresponde a um total de 350 mil pessoas.

Para receber a vacina, esse público específico necessita de um documento especial emitido pelo diretor do estabelecimento de ensino para validar as condições de vacinação.

Já os idosos com 67 anos passam a ser imunizados a partir de segunda-feira. A previsão inicial era quarta-feira (dia 14). O público é estimado em 350 mil pessoas.

Apesar do planejamento da gestão João Doria (PSDB), as prefeituras têm autonomia para definir seus cronogramas. Na Capital, o calendário segue compatível com o Estado.

Atualmente, São Paulo vacina os idosos com 68 anos. Na última quarta-feira (dia 7), o governo havia anunciado que a vacinação de idosos de 66 e 65 anos terá início no dia 21.

Retorno à Fase Vermelha

O vice-governador e secretário de Governo do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, anunciou ainda hoje que o Estado passa da Fase Emergencial para a Fase Vermelha do Plano São Paulo a partir de segunda-feira.

A decisão, de acordo com Garcia, está baseada na queda de 17,7% no número de internações nesta semana epidemiológica, em comparação com a semana anterior.

A taxa de ocupação das UTIs ficou em 88,3% no estado nesta semana epidemiológica e de 87,2% na Grande São Paulo. Hoje, o estado tem 12.681 pacientes internados.

O Estado deve permanecer na fase vermelha até 18 de abril, quando o Centro de Contingência da Covid-19 deve se reunir novamente para avaliar o avanço da pandemia.