logo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta sexta-feira (dia 26), durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, a 23ª reclassificação de regiões no Plano São Paulo de controle da pandemia do novo coronavírus.

A piora nos índices de avanço da doença no interior do Estado deixa as áreas de Marília e Ribeirão Preto na fase vermelha, com restrição total de comércios e serviços não essenciais. Permanecem nessa fase as regiões de Araraquara, Barretos, Bauru e Presidente Prudente.

Leia também: 

Campinas, Grande São Paulo, Registro e Sorocaba regrediram para a fase laranja, que também abrange Franca, São José do Rio Preto, São João da Boa Vista e Taubaté.

Houve melhora na região de Piracicaba, que avançou para a fase amarela, onde permanecem Araçatuba e Baixada Santista.

A nova reclassificação começa a valer a partir de segunda-feira (dia 1º).

Números

Com os dados epidemiológicos semanais divulgados hoje, a média estadual passou de 287,9 para 279 novos casos por 100 mil habitantes. A taxa de novas internações aumentou de 46,3 para 50,4 a cada 100 mil habitantes, e as novas mortes tiveram ligeira queda, de 7,3 para 7 por 100 mil habitantes.

A média estadual de ocupação de leitos de UTI por pacientes graves aumentou de 66,7% para 70,4%, com 20,5 vagas a cada 100 mil habitantes.