logo
/ Pexels
Foco 19/07/2020

Comércio em São Paulo vê melhora em julho, mas segue vendendo menos

Levantamento da ACSP mostra alta na primeira quinzena de julho, comparado a junho

O comércio na cidade de São Paulo vê melhoras na primeira quinzena de julho, segundo balanço da ACSP (Associação Comercial de São Paulo). A alta nas vendas foi de 19%, comparado aos 15 primeiros dias de junho.

Foram feitas mais compras à vista (23,1%) do que a prazo (14,9%). A associação acredita que a alta de um mês para o outro tenha sido motivada pela ampliação no horário de funcionamento dos comércios de rua e shoppings.

Neste mês, a cidade passou a fazer valer as regras da fase amarela do Plano São Paulo, de flexibilização da quarentena devido à covid-19. Lojistas puderam manter seus negócios abertos por seis horas diárias, ao invés de apenas quatro.

Na comparação anual, porém, o comércio ainda vê grandes perdas na primeira quinzena de julho, com média de -58,3%. Compras à vista tiveram uma retração menor (-40,3%), enquanto compras a prazo despencaram (-76,3%).

O balanço de vendas divulgado pela Associação Comercial de São Paulo tem base em amostra fornecida pela Boa Vista Serviços.