logo
/ Facebook
Foco 16/07/2020

Em posse, ministro da Educação Milton Ribeiro se diz ‘devedor’ da escola pública

Em cerimônia privada, Milton Ribeiro tomou posse como ministro da Educação na tarde desta quinta-feira (16), em Brasília. Diagnosticado com a covid-19, o presidente Jair Bolsonaro participou remotamente, por videoconferência.

Durante o  discurso de posse, Milton Ribeiro afirmou que nunca falou em educação de maneira agressiva.  O novo ministro destacou a gratidão à escola pública, d a qual disse ser um devedor, já que, com exceção do ensino superior, sempre estudou no sistema público de ensino. Bolsonaro comentou que também sempre foi aluno de escola pública.

O ex-vice-reitor do Mackenzie disse que quer abrir um grande diálogo para ouvir acadêmicos e educadores e destacou, também, que não irá solucionar o problema da educação no país, mas que vai buscar junto de Deus esperança para as crianças.

Bolsonaro comentou que é necessário resgatar a autoridade do professor em sala de aula e afirmou que a transição no MEC será tranquila.

Desde a saída de Abraham Weintraub, Bolsonaro tentou nomear dois ministros, mas ambos não resistiram à pressão e acabaram não assumindo o MEC.

O primeiro foi Carlos Alberto Decotelli, nome que surpreendeu por estar fora do radar dos cotados.

O outro, Renato Feder, secretário de Educação do Paraná, chegou a encabeçar a lista de favoritos logo que o cargo de ministro ficou vago.