Caixa anuncia carência de seis meses para novo financiamento imobiliário

Por Metro World News com BandNews FM

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quinta-feira (9) um pacote de R$ 43 bilhões em crédito imobiliário para manter a economia girando em meio à crise do coronavírus. Entre as medidas está uma carência de seis meses para o início do pagamento das parcelas de novos contratos de financiamento imobiliário fechados a partir de segunda-feira (13).

Durante esse tempo, as pessoas físicas não precisarão pagar as parcelas do imóvel adquirido. Isto é, o primeiro pagamento só será feito sete meses após a assinatura. De acordo com o presidente do banco, Pedro Guimarães, isso viabilizará a construção de mais de meio milhão de unidades habitacionais no país.

Para contratos imobiliários antigos de pessoas físicas, porém, permanece o prazo de suspensão de até três meses para o pagamento das prestações. Segundo Guimarães, esse prazo pode ser esticado caso a crise se agrave.

Veja mais:
Passo a passo para apertar os cintos em caso de redução de salário
Inflação oficial fica em 0,07% em março, diz IBGE

Os clientes devem procurar o banco e solicitar a suspensão. A recomendação é para a utilização dos canais digitais, como banco pela internet, aplicativos para celulares, como o "Habitação CAIXA", além dos telefones 3004-1105 e 0800 726 0505.

A Caixa também anunciou hoje a possibilidade de os clientes utilizarem a conta vinculada ao FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) para pagamento de parte da prestação.

Outros benefícios anunciados pela Caixa Econômica Federal visam beneficiar construtoras. Em contrapartida, as empresas terão que se comprometer a manter os empregos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo