Foco

Corujão da Saúde ganha a adesão de mais 8 hospitais; veja os locais

Programa lançado semana passada pela gestão João Doria (PSDB) para zerar a fila de meio de milhão de exames na rede pública, o Corujão da Saúde ganhou a adesão de mais oito hospitais filantrópicos e particulares nesta semana.

A ação, iniciada no Oswaldo Cruz, Sírio-Libanês e HCor, terá agora como parceiros também os hospitais Albert Einstein, Edmundo Vasconcelos, Sepaco, Santa Casa de Santo Amaro, Santa Marcelina de Itaquera e Cruz Azul.

A Santa Casa de Misericórdia, que inicialmente faria apenas as consultas para reavaliação dos pacientes, realizará agora também exames.

Segundo a prefeitura, o Instituto Arnaldo Vieira de Carvalho, Cetrus, Dasa-Lavoisier, Hospital Santa Joana, Dr. Consulta, Beneficência Portuguesa, Aviccena, Hospital Presidente, Megamed e Tadao Mori deverão gradativamente entrar no programa, totalizando 20 unidades de saúde com a oferta de 61,6 mil exames.

Quando e como

A meta da Prefeitura de São Paulo é acabar com a fila de espera por exames na rede pública em 90 dias a partir de parcerias para que hospitais privados e filantrópicos recebam os pacientes e realizem os procedimentos.

O programa – temporário – irá ocupar os horários mais ociosos dessas unidades, boa parte durante a noite e madrugada, e prevê pagamentos pela tabela SUS, com investimento de R$ 17 milhões. 

Veja abaixo as cinco unidades de saúde com maior oferta de exames dentro do Corujão da Saúde.
Outros 11 hospitais também já definiram a capacidade de procedimentos e farão entre 240 e 2.130 exames. Outros seis ainda não determinaram o número.

• Dasa-Lavoisier. 16.380.

• Santa Casa de São Paulo. 11.580.

• Santa Casa de Santo Amaro. 9.120.

• Oswaldo Cruz. 7.530.

• Sírio-Libanês. 6.720.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos