Foco

Avião cai na França e deixa 150 mortos; aeronave teve queda brusca por 8 minutos

Um avião Airbus operado pela Germanwings, unidade de baixo custo da companhia aérea alemã Lufthansa, caiu no sul da França nesta terça-feira com 150 pessoas a bordo. O presidente da companhia aérea Germanwings, Thomas Winkelmann, afirmou em entrevista coletiva que o Airbus A320 teve uma queda acentuada que durou oito minutos. Ele também informou que a aeronave perdeu o contato com a torre de controle quando estava a 6 mil pés de altura.

O porta-voz da empresa, que pertence ao grupo Lufthansa, disse ainda que a aeronave havia passado por revisão na véspera do acidente e que pertencia à companhia desde 1991.

O Airbus da Germanwings decolou com 150 a bordo – 144 passageiros e seis tripulantes – do aeroporto de Barcelona, na Espanha, com destino a cidade alemã de Duesseldorf. Ninguém sobreviveu ao acidente.

Segundo Thomas Winkelmann, as primeiras informações são de que o avião transportava 67 cidadãos alemães, mas esse número ainda pode sofrer alterações. Ainda de acordo com Winkelmann, entre os passageiros estavam dois bebês.

Já de acordo com o governo da Espanha, entre os passageiros estavam 45 espanhóis. A lista oficial ainda não foi divulgada pela companhia aérea.

Há, ao menos, uma vítima belga entre as vítimas, informou o ministro das Relações Exteriores da Bélgica, Didier Reynders. Segundo o titular da pasta, quem morreu foi um homem morava com a esposa em Barcelona e estava indo para a Alemanha.

Os primeiros integrantes das equipes de resgate da França já chegra am ao local do acidente. O grupo de salvamento é formado por 80 bombeiros e 200 policiais e ocupa agora a pequena cidade de Seyne, que fica a dois quilômetros do local da queda.
A polícia francesa afirmou que provavelmente serão necessários alguns dias para recuperar os corpos das pessoas a bordo devido a dificuldades no terremoto.

«Vai levar dias para recuperar as vítimas, e então os destroços», disse o oficial de polícia Jean-Paul Bloy à Reuters.

Leia mais:
Avião cai no sul da França com 150 a bordo; não há sobreviventes
Hollande manifesta solidariedade a parentes de vítimas que estavam no avião
Veja os principais acidentes de avião na Europa na última década
Especialista comenta queda de avião e acredita em despressurização na cabine

A aeronave havia decolado pouco depois das 9h (5h de Brasília) e fez o último contato com os controladores às 10h47min, cerca de uma hora antes de chegar ao destino. «Urgência, urgência. Emergência, emergência», disse o piloto no último contato. Segundo o presidente da companhia, ele trabalhava havia 10 anos na empresa.

Os destroços foram encontrados do avião foram localizados na região de Barcelonnette, um local de difícil acesso que fica a 2 mil metros de altitude. Helicópteros estão sendo usados para fazer o resgate.

[metrogallerymaker id=»622″]

Grupo de estudantes alemães estava no avião

Um grupo de 16 estudantes e dois professores de uma escola bilingue alemã estava no avião da companhia Germanwings, do grupo Lufthansa, que caiu no sul da França na manhã desta terça-feira.

Segundo o jornal espanhol El Pais, os estudantes haviam participado de um programa de intercâmbio no Instituto Giola de Llinás, na Espanha, e estavam voltando para casa.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos