Foco

Brasil faz último ensaio para abertura da Copa do Mundo

Brasil pega Panamá e Sérvia antes da estreia na Copa | Alexandre Loureiro/VIPCOMM
Neymar está confirmado na Seleção | Alexandre Loureiro/VIPCOMM

A seleção brasileira enfrenta a Sérvia nesta sexta-feira, às 16h, no Morumbi, no último teste antes da estreia na Copa do Mundo, contra outra equipe balcânica, a Croácia, no dia 12 de junho no Itaquerão. As duas partidas acontecerão em São Paulo, em dois estádios separados por apenas 32 quilômetros de distância.

O Morumbi chegou a ser cotado para sediar a partida de abertura do Mundial, mas o projeto de reforma do estádio acabou sendo descartado em junho de 2010. a opção escolhida foi a Arena Corinthians, em Itaquera, na zona leste da capital paulista, que acabou se tornando o estádio que mais preocupa a uma semana do início da competição por conta de atrasos acumulados.

Mas o que interessa o técnico Luiz Felipe Scolari acontecerá dentro das quatro linhas. Depois de ter poupado três jogadores (Thiago Silva, Paulinho, e Fernandinho) na goleada por 4 a 0 sobre o Panamá, terça-feira, em Goiânia, Felipão garantiu que pretendia levar os 23 convocados a São Paulo.

Oscar é dúvida

A expectativa é que o treinador repita a equipe titular que derrotou a Espanha por 3 a 0 na final da Copa das Confederações, mas Oscar virou dúvida por um motivo feliz: foi acompanhar o nascimento da sua primeira filha. Sua esposa deu à luz a pequena Júlia na manhã dessa quinta-feira em Campinas, no interior de São Paulo.

Ele se apresentará diretamente na capital paulista para a partida desta sexta-feira e só jogará se Felipão o julgar apto emocionalmente. «Depende do que eu conversar com Oscar hoje à noite. Ele vai me dizer como viveu o dia de hoje, a intensidade e tudo mais. Acredito que vai chegar feliz da vida e me dizer: ‘estou pronto'», explicou o treinador.

«A princípio a ideia era iniciar com a equipe que poderá jogar na abertura da Copa (contra a Croácia, no dia 12 de junho em São Paulo), e Oscar está nessa equipe. Mas se não puder, não tem problema nenhum, temos jogadores de qualidade naquela posição que podem suprir essa ausência», ressaltou Felipão, que não poupou elogios a Willian, escalado entre os titulares no treino desta quinta-feira.

«Se Willian tiver que começar o jogo amanhã, ou contra a Croácia, para mim, não muda muito e acho que ele também acrescenta qualidades, coisas novas, com algumas caraterísticas dele. Ele é muito rápido, é ágil, desequilibra com mudanças de direção, dribles e bate muito bem na bola», comentou o técnico.

‘Brasileiros da Europa’

Além de Willian, Fernandinho também espera ganhar uma oportunidade de mostrar serviço depois de ter sido poupado contra os panamenhos.

«Acredito que esse amistoso contra a Sérvia será muito importante. É uma seleção que tem bons jogadores. Vai ser bem mais difícil do que contra o Panamá. Desempenhando um bom papel, ganhamos mais confiança para a estreia contra a Croácia», comentou o volante, autor de uma grande temporada com o Manchester City, com o qual se sagrou campeão inglês.

A Sérvia não conseguiu se classificar para a Copa por ter terminado apenas em terceiro lugar do grupo A das eliminatórias europeias, ficando justamente a atrás da Bélgica e da vizinha Croácia, que garantiu a vaga na repescagem.

Mesmo tendo menos êxito que os croatas nos últimos meses, a seleção sérvia contam com jogadores talentosos, como Branislav Ivanovic e Nemanja Matic, companheiros de equipe de Willian, Oscar e Ramires no Chelsea, além de Aleksandar Kolarov, que foi campeão inglês com Fernandinho no Manchester City.

Os sérvios querem fazer jus à fama que lhe rendeu o apelido de ‘brasileiros da Europa’, desde a época da Iugoslávia, quando formavam um só país com a Croácia e a Bósnia, duas equipes que participarão da Copa.

FICHA TÉCNICA

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data/hora: 6/6/2014, às 16h (de Brasília)

Árbitro: Enrique Cáceres (Paraguai)

BRASIL: Júlio César; Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar (Willian); Hulk, Neymar e Fred. Técnico: Luiz Felipe Scolari

SÉRVIA: Vladimir Stojkovic; Branislav Ivanovic, Aleksandar Kolarov, Nemanja Pejcinovic e Dusko Tosic; Nemanja Gudelj, Nemanja Matic, Radosav Petrovic e Milos Jojic; Aleksandar Mitrovic e Filip Dordevic. Técnico: Ljubinko Drulovic

 

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos