Brasil

PF aponta relação de Padilha com empresa de doleiro preso

Padilha teria recomendado nome para laboratório de doleiro | Wilson Dias/ABr
Padilha teria recomendado nome para laboratório de doleiro | Wilson Dias/ABr

Um relatório da Polícia Federal sugere que o ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, indicou um executivo para trabalhar no laboratório do doleiro Alberto Yousseff, preso em uma operação contra lavagem de dinheiro.

Leia também:
Justiça aceita denúncia contra doleiro Alberto Youssef
Presidente do PT tenta convencer Eduardo Vargas a renunciar

Pré-candidato ao governo de São Paulo, o petista teria recomendado o nome de Marcus Cezar Ferreira de Moura ao laboratório Labogen, que, um mês depois, assinou um contrato de R$ 31 milhões com o governo federal.

A indicação teria sido intermediada pelo deputado André Vargas, que corre o risco de ser cassado pela Câmara Federal por envolvimento com Alberto Yousseff. Alexandre Padilha nega a indicação.

Relatório levanta suspeitas contra Padilha:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos