Entretenimento

Viúvo de Paulinha Abelha faz tatuagem para homenagear cantora; confira o resultado

Vocalista do Calcinha Preta morreu em fevereiro deste ano

Clevinho Santana tatua abelha em homenagem à vocalista do Calcinha Preta

Clevinho Santana, viúvo da cantora Paulinha Abelha, ex-vocalista do Calcinha Preta, fez uma tatuagem para homenagear a esposa, morta em fevereiro deste ano.

O também cantor escolheu o desenho de uma abelha para gravar em sua costela esquerda. O resultado foi compartilhado por ele em sua conta no Instagram.

Confira o resultado:

Cantor tatuou abelha em homenagem à esposa

“Hoje foi dia de homenagear minha Abelhinha mais uma vez! Presente eternamente no meu coração, agora carrego o seu símbolo na minha pele também! Gratidão ao @clubedorisco, do meu amigo @victorigoh, pela tattoo incrível!”, escreveu Clevinho em postagem no feed.

Morte de Paulinha Abelha

Paulinha Abelha morreu no dia 23 de fevereiro, aos 43 anos, em Aracaju (Sergipe). Quatro doenças foram apresentadas como responsáveis pelo falecimento da artista: meningoencefalite, hipertensão craniana, insuficiência renal aguda e hepatite.

Meningoencefalite se trata de uma inflamação do cérebro e dos tecidos vizinhos. Geralmente é causada por uma infecção.

Um painel toxicológico também foi divulgado e revelou que foram encontradas 16 substâncias no corpo de Paulinha, como anfetaminas e barbitúricos.

Um dos medicamentos no organismo da cantora era um tarja preta usado no tratamento de TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção), mas que tem como efeitos adversos a redução de apetite, perda de peso, náuseas e vômito.

A evolução do quadro

Paulinha morreu após 13 dias de internação. A evolução do quadro, que culminou em um estado grave de coma, chocou os fãs da vocalista.

Corpo de Paulinha Abelha é velado em Aracaju

Paulinha passou mal durante a turnê da banda em São Paulo. No dia 11 de fevereiro, ela deu entrada em um hospital da capital sergipana com um quadro de problemas renais.

Dias antes, em 8 de fevereiro, o grupo deu uma entrevista ao canal do Youtube Podpah. Na ocasião, a cantora relatou que havia passado mal. “Eu quase tive um ‘passamento’, um desmaio, mas já está tudo bem”, disse no programa ao vivo.

O primeiro boletim médico foi divulgado no dia 13. Até então, o quadro era estável e artista estava sendo acompanhada por uma equipe médica especializada.

No dia seguinte, novo boletim informou que Paulinha havia sido transferida para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva. De lá para cá, o quadro foi piorando.

No dia 22, os médicos concederam uma entrevista coletiva, em que explicaram que a cantora estava no grau mais profundo de coma.

O último boletim médico, no dia 23, informava que Paulinha realizava hemodiálise e respirava com o suporte de aparelhos. Por volta das 19h20, o perfil da banda anunciou a morte da cantora.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos