Entretenimento

Theresa Amayo, atriz veterana da TV, morre aos 88 anos

Nascida no Pará, Theresa mudou-se para o Rio de Janeiro para atuar em novelas ao vivo e diversos clássicos da dramaturgia brasileira

Theresa Amayo, uma das atrizes veteranas da televisão brasileira, morreu, às 4h30 desta segunda-feira (24), aos 88 anos, no Rio de Janeiro. A famosa lutava contra um câncer e faleceu em casa, no bairro de Laranjeiras.

Com mais de 70 anos de carreira, a atriz estreou na extinta TV Tupi, onde protagonizou “E Nós, Aonde Vamos?”. Sua atuação chamou a atenção da direção da TV Globo e tornou-se uma das primeiras atrizes contratadas pela emissora carioca, onde atuou em diversas novelas, como “Roque Santeiro”, onde viveu Mocinha, a noiva de Roque (Francisco Cuoco).

Na época, quando até as novelas eram exibidas ao vivo, Theresa Amayo esteve no elenco de “Teatrinho Trol”, “Câmera Um” e “Histórias do Teatro Universal”, produções clássicas da televisão brasileira.

Já em “Pecado Capital”, de Janete Clair, Theresa viveu Vitória, a filha mais velha de Salviano Lisboa (Lima Duarte). Em 1977 a atriz foi a Tônia de “O Espantalho”, produção exibida na TVS (hoje SBT), na Record TV e na Tupi.

Além dessas, Theresa Amayo atuou em “Gina” (1978), como a vilã Mirtes, “Tudo ou Nada” (1986) e “Carmem” (1987), ambas na TV Manchete, e “Senhora do Destino” (2004), na Globo. A atriz também participou de minisséries e no “Zorra Total” e das tramas “A Rainha Louca” (1967), “Sangue e Areia” (1968), “Passo dos Ventos” (1968),”O Rei dos Ciganos” (1966) e a “A Última Valsa” (1969).

Theresa Amayo também foi escalada para trabalhar em diversos filmes brasileiros, como “O Diamante”, “Fuzileiro do Amor”, “O Camelô da Rua Larga”, “Não Pare na Pista” e “Doidas e Santas”.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos