logo
Entretenimento
/ Carlos Reinis/Band / Carlos Reinis/Band
Entretenimento 08/09/2021

Receita de família e eliminação de Renato chamam a atenção no ‘MasterChef Brasil’

Antes da prova final, o humorista Rafael Cortez agitou o estúdio do “MasterChef Brasil” e a brincadeira do amigo secreto ladrão

O cozinheiro amador Renato  não se deu bem no último episódio do “MasterChef Brasil”, na Band, que foi ao ar nesta terça-feira (07). Com um prato de família nada saboroso, ele foi eliminado do programa, pela segunda vez.  Sendo que em sua primeira participação, em 2020, Renato foi desclassificado por causa de uma panna cotta que acabou dando errado.

Estrategista, ele era tido como um dos principais rivais dos outros competidores, mas sua trajetória chegou ao fim no 10º episódio.  Na prova de eliminação, fãs do “MasterChef Brasil” exibiram seus pratos clássicos de família e os cozinheiros amadores tiveram que replicar, mas, também, com um toque diferente.   Entre os diversos pratos apresentados, Renato ficou com um de ravioli à bolonhesa, que foi duramente criticado pelos jurados.  

Carlos Reinis/Band

Para ele, mesmo com a experiência na cozinha do “MasterChef”, a tensão toma conta e o jogo muda a qualquer momento. “Dentro do que considero ser um cenário de guerra, no bom sentido da palavra, os canhões estavam apontados, mas eu não sabia para onde. Desde o último programa, sei que tem dois grupos definidos”, revela.  

A saída de Renato foi uma surpresa, já que, mesmo estratégico, ele era amigo de todos, porém, ele não foi salvo da eliminação. “Sabia que não seria eu. Fico triste por não ter uma segunda chance, como outros tiveram, mas faz parte do jogo. A responsabilidade é minha”.

LEIA MAIS:

Carlos Reinis/Band

Amigo secreto gastronômico 

Antes da prova final, a 8ª temporada do “MasterChef Brasil” começou com a visita do humorista Rafael Cortez, que agitou o estúdio e a brincadeira do amigo secreto ladrão, onde os cozinheiros descobriram qual seria o primeiro prato da noite. Em sua participação, Rafael narrou o jogo, que levou ao palco caixas com algum tipo de animal exótico.  

Márcio, que ganhou a prova do cuscuz na semana anterior, convocou Eduardo para começar a brincadeira. Na sequência, cada participante escolheu o jogador seguinte, que poderia aceitar a proteína da caixa que escolheu ou trocar com alguém. Nem todos ficaram felizes, mas, no fim, não teve saída e os cozinheiros tiveram que preparar jacaré, rã, coelho e outros bichos.