Entretenimento

Promoter Alicinha Cavalcanti morre aos 58 anos. Famosos lamentam

Marília Gabriela confirmou a morte precoce da amiga. Alicinha tinha uma doença rara chamada afasia progressiva primária

A promotora de eventos Alicinha Cavalcanti morreu aos 58 anos na manhã desta segunda-feira (02), em São Paulo. Em 2017, a profissional foi diagnosticada com Afasia Progressiva Primária (APP), uma doença rara, degenerativa e marcada pela perda progressiva da linguagem. 

A informação foi divulgada pela jornalista Marília Gabriela, que lamentou a morte da amiga nas redes sociais.

«Minha amiga mais linda, mais generosa, amiga que não se abatia com nada, que a tudo vencia com ânimo e alegria, Alicinha Cavalcanti, nos deixou hoje para sempre. Foi super combativa em sua luta contra a infelizmente invencível Afasia Progressiva Primária. Lutou e lutou até hoje pela manhã», escreveu Marília.

«Vai deixar um imenso vazio em cada pessoa que passou pela sua vida. E teve a sorte grande de ter um marido especial e amoroso durante 16 anos, o Rodrigo Biondi, seu companheiro até seu último suspiro. Ah, Lilizinha querida, você vai fazer uma falta danada. Até qualquer hora, se for assim que as coisas se dão. Obrigada por tudo, obrigada por tanto. Vai em Paz, querida», completou.

Nascida em São José do Rio Preto (SP),Alicinha Cavalcanti foi uma das promotoras de eventos mais conhecidas do Brasil. Com mais de 20 anos de carreira, ela ficou conhecida por organizar eventos para diversas celebridades. Alicinha conta em entrevistas do começo dos anos 2000 que tinha uma lista com mais de 17 mil nomes de famosos.

Além de Marília Gabriela, outros famosos comentaram a morte de Alicinha Cavalcanti. Confira!

Astrid Fontenelle: «Perdi hoje minha amiga mais sapeca e deliciosa. Mulher forte. Mulher amorosa. Lutou bravamente contra uma doença que até hoje não reconheço o nome. Alicinha era puro amor. E pelo Gabriel então… seria sua madrinha de consagração. Hoje virou estrela. 

Meus sinceros sentimentos ao Rodrigo, que esteve com ela nessa luta num dos pactos de amor mais lindo que vi. Descanse em paz, delicinha».

Galvão Bueno: «Amiga muito querida. Que ela descanse»

Felipe Andreoli: «Ah …não acredito Que tristeza. Vai morar nos corações de quem teve a oportunidade de conhecê-la»

Thalita Rebouças: «Meu Deus. Que dor. Sinto muito»

Yanna Lavigne: «Que tristeza!»

Drica Moraes: «Ah, querida, que dor»

Leona Cavalli: «Muito triste. Querida. Bravo, Alicinha!»
Márcia Goldschmidt: «Pessoa hiper querida. Pensei nela na semana passada. Obrigada, Alicinha, por tudo!»

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos