logo
Colunistas
Colunistas 13/08/2021

Pão de queijo é tudo de ‘bão’!

Temos certeza de que não há quem resista a um pão de queijo! Essa delícia, preparada com queijo e polvilho, é tão apreciada em nosso país que até ganhou um dia só para ela: 17 de agosto.

O pão de queijo nasceu em Minas Gerais, por volta de 1750, nas fazendas produtoras de leite e derivados, usando-se a sobra do queijo, chamada grosa. O polvilho era abundante na região e, do encontro destes dois ingredientes, nasceu o imperdível pão de queijo!

Mas não existe uma única receita, pois os mineiros dizem que cada um tem sua própria combinação dos ingredientes básicos: polvilho – doce, azedo ou os dois misturados, queijo, água, leite, ovo e sal. Dependendo da proporção dos ingredientes, o resultado é diferente: mais macio, mais elástico, mais crocante e por aí vai.

Provamos os pães de queijo da @dona.zelda em plena pandemia e foi um deleite receber a simpática trouxinha xadrez cheia de maravilhosos pães de queijo. Dona Zelda é mineira, nascida na região da Serra da Canastra e reconhecida por sua hospitalidade, pois tem sempre um cafezinho com pão de queijo para acolher as visitas. Sua neta resolveu trazer essa tradição familiar para São Paulo e criou os pães da queijo Dona Zelda. Vocês podem encomendar essas gostosuras ou visitar a loja na Vila Madalena.

Outra receita que vale experimentar é do restaurante @abaineira, que conhecemos em 2018, em um almoço descontraído e delicioso! A proposta da chef Manuelle Ferraz é juntar os sabores do Vale do Jequitinhonha, onde Minas Gerais e Bahia se encontram.

Portanto, o pão de queijo está presente de diversas maneiras: como aperitivo, acompanhamento e mesmo para levar para casa. Se a opção for saboreá-lo no restaurante, vocês podem escolher diversos recheios, como o queijo de cabra com vinagrete de abobrinha, um mais gostoso que o outro.

Além do pequeno sobrado na Barra Funda, o restaurante tem uma filial no subsolo do MASP. Quando visitarem os restaurantes, provem não apenas o pão de queijo, mas as demais comidas afetivas que eles oferecem. Vale a pena!

Durante a quarentena, experimentamos fazer nosso próprio pão de queijo, com tapioca. Se alguém se interessar em testar, envie um e-mail para [email protected] que forneceremos a receita. E viva o pão de queijo!