Colunistas

Lula, quem diria, pode virar o ‘Trump brasileiro’

Preso por corrupção, Lula aparecia em pesquisas de maio com 25% e pulou agora para 39%, diz o Datafolha. Lembra a eleição presidencial americana e o que mais preocupava partidários de Hillary Clinton, em 2016: os “closet Trump supporters”, eleitores que não admitiam publicamente votar no republicano, mas acabariam votando nele. O mesmo pode acontecer com os seguidores “envergonhados” de Lula.

Lulistas no armário

No caso de Lula, seriam os “petistas envergonhados”, ou “lulistas no armário”, segundo o presidente do Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo.

Últimas pesquisas

As pesquisas realizadas entre 12 e 20 de agosto colocam Lula com 37% das intenções de voto.

Quase não se explica

Para Hidalgo, “quanto mais outros candidatos se expõem (em debates e entrevistas), mais o eleitor se volta para o porto seguro do passado”.

Debates atrapalham

Murilo Hidalgo acredita que participar de debates foi ruim para os candidatos. “Não há tempo de propor, só atacar”.

Constituição: 30 anos

O ministro Torquato Jardim (Justiça) vai ministrar a palestra “30 Anos de Constituição: Novas Tendências”, em Brasília, no UniCeub nesta terça. A ideia é discutir ganhos da sociedade e desafios para o futuro.

Cônsul ganha ‘auxílio’
que aluga até palácios

O Itamaraty passou a pagar auxílio-moradia de
US$ 13.800 (R$ 56.856) mensais ao diplomata Pedro Bório, cônsul do Brasil em São Francisco (EUA), alegando “estudos da consultoria Mercer” sobre o valor elevado  dos aluguéis naquela cidade. Lorota. Com todo esse dinheiro, Bório pode alugar o que quiser, inclusive palácios de mais de 500 metros quadrados, com até 8 quartos e 5 banheiros. E ainda sobraria algum.

Dono da cidade

O Zillow, dos maiores portais imobiliários dos EUA, tem hoje 1.533 imóveis para alugar. Somente 17 custam acima de 13.800 dólares.

Fizemos pesquisa

Com US$ 7,5 mil, metade do “auxílio-moradia”, o cônsul Pedro Bório alugaria hoje um palácio de dois andares ao lado do Golden Gate Park.

Opção prática

Na rua Ofarrell, Pedro Bório, o folgado, pode morar em casa de 140m2 pagando aluguel de US$ 4.200. E ainda iria a pé para o consulado.

Troca de cadeiras

O projeto exposto na TV por Paulo Guedes, eventual ministro da Economia de Jair Bolsonaro, sugeriu a muita gente a troca de cadeiras entre os dois. Sobretudo depois de Guedes admitir que suas propostas para consertar o Brasil poderiam ser atenuadas depois por Bolsonaro.

O céu seria o limite

O ministro Dias Toffoli sugeriu a Michel Temer, ao defender o aumento salarial no Supremo Tribunal Federal, um projeto que desvincule o salário dos ministros do teto do funcionalismo. Seria o deus-nos-acuda.

O povo que se vire

A falta de socorro para Roraima, na crise dos venezuelanos, mostrou que o Palácio do Planalto sabe ser cruel. Mas submeter tanta gente a sofrimento só para não encher a bola da governadora Suely Campos (PP), adversária do senador Romero Jucá (RR), foi um pouco demais.

Voto contra em casa

Júlio Miragaya (PT) tem forte opositora à sua candidatura ao governo do DF. Pior: em sua própria casa. Trata-se da filha de 6 anos, que teme perder a convivência e pede a todos para não votar nele.

Esses coreanos…

Alvo de impeachment, a ex-presidente da Coreia do Sul Park Geun-Hye teve a pena de prisão aumentada para 25 anos, e terá de pagar US$ 18 milhões. Por aqui, a ex-presidente Dilma pode virar senadora.

Decadência dos Correios

Compra pela internet no exterior chega ao Brasil em dois ou três dias, e segue para o “buraco negro” do centro de distribuição dos Correios em Curitiba. Pode levar meses até ser entregue. Isso se for entregue.

Isaquias do Brasil

A imprensa esportiva cansou de exaltar conquistas de Isaquias Queiroz nas Olimpíadas. Mas ele destruiu os adversários, inclusive o alemão, e foi medalha de ouro no Mundial de Canoagem, em Portugal.

Pensando bem…

…a agenda da semana no Congresso será cheia de tempo livre.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos