Colunistas

Interesse pra lá de suspeito

Em 2015, a Federação dos Ônibus do Rio havia decidido trocar a Presidência do Conselho. Sairia José Carlos Lavouras, apontado como o principal operador da propina dos ônibus, e assumiria Marcelo Traça Gonçalves, também preso recentemente por participar da jogatina. Um importante político do Estado, com bastante força na Assembleia Legislativa, chamou para jantar dois executivos da Fetranspor no dia anterior da mudança. Depois de muita conversa amena, fez um pedido na hora de se despedir: “Só queria um favor de vocês: deixem o Lavouras na Presidência do Conselho”. Por que ele tinha tanto interesse numa troca interna? Pois bem, a mudança não foi feita. Esse cacique da política do Rio está cada dia mais atolado nas denúncias da Lava Jato.

Batata quente

O contrato do Estado com a Fetranspor para o funcionamento do cartão Riocard está prestes a expirar. Tem sido renovado a cada seis meses. A Justiça determinou que se faça licitação, mas até agora não apareceu um interessado. Já já vai terminar o prazo
e ninguém quer pegar na caneta para assinar a próxima renovação.

NOTINHAS

Pressão total. Morador da Barra da Tijuca, o secretário municipal de Transportes, Fernando MacDowell, tem resistido às pressões de especialistas de trânsito para restringir o acesso dos ônibus de condomínios da Barra à zona sul e ao Centro. A ideia é que os coletivos levem os moradores para a estação do metrô no Jardim Oceânico, que opera abaixo da capacidade desde que foi inaugurada.

Em busca de um milagre. A Procuradoria-Geral do Estado estuda uma ação para retomar um empréstimo e acabar com a obra da Linha 4 do metrô. Faltam R$ 600 milhões para finalizar a estação da Gávea e o túnel até lá. Técnicos da Secretaria de Transportes estão preocupados com equipamentos caros e parados que podem se perder com o tempo. Além disso, o Tatuzão tem que ser mantido ligado para não quebrar e isso tem um custo alto. Recentemente, a PGE conseguiu liberar mais de R$ 500 milhões da Caixa Econômica para obras de saneamento com a mesma alegação de que vai haver desperdício do dinheiro público já investido.

Respiro. Quem passa pelo embarque internacional do Galeão pode contemplar um belo vitral instalado pela tradicional Confeitaria Colombo, que chegou ao terminal recentemente. O famoso biscoito Leque pode ser uma boa forma de lembrar do Rio depois…

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos