Social

Socorrista encontra bola de pelúcia no chão e percebe que está viva

Espécie típica da Austrália surpreendeu a pessoa que a encontrou ao apresentar olhos e pernas.

the dodo

Já pensou estar andando na rua, encontrar uma bola de pelo branca no chão e perceber que o elemento está... vivo? Foi exatamente o que ocorreu como certo alguém em Brighton, na Austrália. Relato extraído do portal The Dodo.

Enquanto caminhava pelas ruas, um socorrista encontrou uma bolinha branca e peluda no chão, perto de uma árvore. Ao analisar, ele notou que estava vivo. Na verdade, a bola de pelúcia tinha pernas e um rostinho.

Na realidade, se tratava do filhote de ave Podargus strigoides, o pássaro da espécie de frogmouth nativa do continente australiano e da Tasmânia.

Recomendados

BONORONG WILDLIFE SANCTUARY

Ao analisar a situação, o socorrista logo notou que o filhote poderia ter caído de uma árvore próxima na região. Sendo assim ele decidiu levar o pássaro a um parque de animais selvagens, o Bonorong Wildlife Sanctuary (Santuário de Vida Selvagem Bonorong).

Veja mais:

“O socorrista não conseguiu localizar seus pais ou ninho, então [eles] o trouxeram para nós”, disse um representante do Santuário ao The Dodo.

Já presente na instituição animal, o filhote foi nomeado de Pod e recebeu todo tratamento devido. Quem imaginaria uma bolinha de pelos dessa ser um animal?

Tawny frogmouth - Podargus strigoides

A espécie de pássaro em questão é nativa da Austrália, na Tasmânia. Por conta de suas características da cabeça e no olhar, podem ser confundidas com corujas quando adultas. Além disso, a coloração também apresenta semelhanças marcantes.

wiki

Sua coloração é facilmente mesclada com os galhos das árvores onde habitam. Segundo o Museu Australiano, os pais dessa espécie constroem ninhos com pilhas de gravetos soltos. Enquanto os bebês não chocam, ambos revezam para mantes os ovos aquecidos.

Pod terá sua passagem no Santuário até o momento em que puder se virar por conta própria para abraçar a natureza. Tendo sido encontrado pela pessoa certa, o pássaro pode ficar despreocupado quanto ao regresso de seu verdadeiro habitat.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos