Social

Mais de 200 baleias encalham em praia na Austrália e voluntários fazem operação para salvá-las

Outro evento parecido ocorreu há dois anos no mesmo lugar. Especialista em animais marinhos diz que causas são desconhecidas.

Baleias encalhadas na Tasmânia

Cerca de 230 baleias-piloto encalharam no porto de Macquarie, costa oeste da Tasmânia, Austrália, no último dia 20. Segundo o site ABC News, o país passou pelo maior encalhe de baleias dessa espécie já registrado dois anos atrás, nesta mesma época.

As autoridades informaram que apenas 35 das baleias sobreviveram. elas foram levadas da praia para águas mais profundas. Contudo, duas delas retornaram à costa e encalharam novamente. A operação focou em levar as as baleias “com a melhor chance de sobrevivência” da areia para a água. Para isso, foi necessário amarrá-las a barcos.

“Infelizmente, temos uma alta taxa de mortalidade, principalmente devido às condições expostas na praia”, disse Brendon Clark, controlador de incidentes do Tasmania Parks and Wildlife Service.

Recomendados

Voluntários conseguiram salvar apenas 35 baleias

Kris Carlyon, do Departamento de Recursos Naturais e Meio Ambiente da Tasmânia (NRE Tas), informou que mesmo aquelas baleias que sobreviveram ficaram estressadas após o ocorrido. “Eles passaram muito tempo na praia. Nossa prioridade foi deixá-los na posição vertical, estabilizados, frescos e molhados”.

Outro encalhe em massa aconteceu há dois anos

De acordo com a ABC, em 21 de setembro de 2020, há exatos dois anos, aproximadamente 470 baleias da mesma espécie encalharam no mesmo porto, com apenas 100 delas sendo salvas.

LEIA TAMBÉM: A verdade por trás do vídeo chocante que mostra ‘invasão’ de jacarés em ‘praia’ no Pantanal; assista

Os climas nas duas ocasiões são bem distintos. Da última vez, a água estavam ‘congelantes’, já no evento que ocorreu nesta última quarta-feira as temperaturas eram amenas.

Segundo Carlyon, não é possível saber se os animais foram os mesmos que encalharam em 2020, já que a marcação feita naquele ano para monitorá-los acabou caindo.

Segundo encalhe na Tasmânia na mesma semana

No início desta semana, cerca de 14 cachalotes do sexo masculino encalharam em King Island, na costa noroeste. Todos os animais já estavam mortos quando foram avistados.

A especialista marinha Vanessa Pirotta diz que as causas do encalhe ainda são desconhecidas. “Os encalhes de baleias são um completo mistério, mas o que é realmente incomum aqui é que este é o segundo encalhe desta semana”, comenta. Pelo fato da espécie piloto ser sociável, a causa do encalhe pode ser a navegação errada em grupo.

“O fato de termos visto espécies semelhantes ao mesmo tempo no mesmo local ocorrendo novamente em termos de encalhe… pode fornecer algum tipo de indicação de que pode haver algo ambiental aqui. A realidade é que simplesmente não sabemos nesta fase”, finaliza.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos