Social

Fiscais descobrem ratos mortos em carne desprotegida de mercado do Reino Unido

Dona recebeu proibição vitalícia de ter outros estabelecimentos no setor alimentício

Carne

Um mercado no Reino Unido foi fechado pelas autoridades sanitárias, após ratos mortos serem encontrados em meio a carnes armazenadas no estabelecimento.

Segundo o portal Metro UK, as carnes estavam guardadas ao ar livre, distribuídas em baldes, mas sem nenhum outro tipo de proteção. Além disso, não havia nenhum tipo de anti-séptico à vista disponível para os funcionários.

A proprietária da unidade Bangla Town Super Stores em Millfield, Sofia Begum, foi proibida de possuir qualquer outro estabelecimento comercial de alimentos pelo resto de sua vida.

O mercado ficava localizado no bairro de Millfield, na cidade de Sunderland, no norte da Inglaterra.

Também foram encontrados recipientes plásticos danificados, uma serra de açougueiro sem proteção e evidências de falta de limpeza no local.

Begum já tinha sido processada em 2019, por outras três infrações na área de segurança alimentar. Nas ocasiões, os inspetores encontraram ratos e diversas outras condições insalubres, como armazenamentos inadequados de alimentos.

Ela foi convocada ao tribunal de Sunderland para depor e acabou admitindo as acusações de violações do Regulamento de Segurança e Higiene Alimentar da Inglaterra.

Por outro lado, ela também disse que não não tinha nada a ver com o mercado e que tinha sido “forçada” a se tornar a proprietária do estabelecimento.

Begum foi condenada a pagar uma multa de 1,6 mil libras esterlinas - cerca de R$ 10 mil. A proibição de possuir outros negócios no ramo alimentício por toda a vida não poderá ser contestado por, no mínimo, 10 anos.

“É simplesmente inaceitável que os estabelecimentos do setor alimentício negligenciem e não protejam a saúde e o bem-estar de seus clientes”, disse a conselheira Claire Rowntree, do Conselho Municipal de Sunderland.

Leia também: Restaurante delivery é fechado após ninho de rato ser encontrado na geladeira

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos