Social

“Sem mais nada a declarar!”, diz ex-morador de rua após entrevista de mulher flagrada em Planaltina

Ex-morador de rua Gilvado Alves posta mensagem com hashtag "Paz" (Reprodução / Instagram)

Um dia após Sandra Mara Fernandes, a mulher flagrada pelo marido fazendo sexo no carro com o ex-morador de rua, Givaldo Alves fez uma postagem em seu Instagram que descreve seu estado de espírito sobre o assunto: “Sem mais nada a declarar!”, disse na rede.

ANÚNCIO

Alvo de grupos feministas que tem cancelado suas principais contas no Instagram, o ex-morador de rua tem usado as redes em várias postagens para explicar que não é um aproveitador de mulheres, não assediou Sandra Fernandes no caso em que os dois foram flagrados pelo marido dela nus, no carro, e também não tinha condições de avaliar que ela tinha problemas psicológicos.

Desde que o vídeo no qual aparece ele sendo espancado pelo marido da mulher, sua vida mudou muito, e das ruas ele passou a viver em um hotel de Brasília, onde ganha a vida enviando mensagens personalizadas por uma plataforma digital e fazendo aparições em festas e eventos.

Recomendados

LEIA TAMBÉM: Após perder contas no Instagram, ex-morador de rua enfrenta o fantasma do cancelamento nas redes

ENTREVISTA DE SANDRA FERNANDES

Ontem, Sandra Fernandes deu sua primeira entrevista desde que teve alta do hospital e criticou Givaldo por tê-la exposto. “Eu não aceito mais que ele abra a boca pra falar de mim, eu não aceito que ele acabe com a minha moral”, disse.

Ela também foi enfática ao dizer que não traiu o marido. “Eu não escolhi passar por um surto”, afirmou.

Durante a entrevista, ela defendeu o marido, que acabou sendo exposto e ridicularizado nas redes sociais. ”Não acreditei que taxaram meu marido como corno nessa situação...Que mundo é esse que a gente vive em que abandonar a esposa doente, comprovadamente, é mais fácil? Por que não aceitam que foi uma doença?, disse.

Pode te interessar também:

Ex-morador de rua Givaldo Alves é filmado dirigindo Porsche no Rio

Tags

Últimas Notícias