Social

Forças armadas de Putin sofrem novo golpe após a morte de um segundo general

Um comunicado do Ministério da Defesa da Ucrânia informou sobre a morte de um segundo general russo durante uma batalha próxima a Kharkiv.

Vitaly Gerasimov foi morto em combate na Ucrânia

O exército russo sofreu sua segunda grande baixa após a morte de outro importante general das forças armadas de Putin ser confirmada pelas autoridades ucranianas.

Informações divulgadas pela Diretoria-Chefe de Inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia comunicaram a morte do major-general Vitaly Gerasimov, conforme notícia publicada pelo Daily Mail.

Gerasimov, de 45 anos, foi o primeiro vice comandante do 41º Exército da Rússia. Ele teria sido morto na última segunda-feira (07) nas proximidades de Kharkiv.

Reconhecido pela sua participação na guerra chechena, na operação militar russa na Síria e na anexação da Criméia, o general foi condecorado por sua atuação.

Noticia da morte teria sido interceptada

Segundo informações divulgadas por Christo Grozev, diretor executivo do grupo Bellingcat de jornalismo investigativo, a noticia da morte de Gerasimov foi interceptada por equipes ucranianas de inteligência.

Conforme seu relato, o 41º exército perdeu as comunicações e está dependendo de um chip local para realizar suas comunicações com a base. Por este motivo, a ligação informando sobre a morte do general teria sido interceptada.

A morte do general Gerasimov ocorre apenas alguns dias após a confirmação da morte de outro general russo, Andrei Sukhovetsky, durante uma operação especial realizada em território ucraniano. Ele teria sido alvejado por um sniper durante uma operação na região de Mariupol.

Informações disponibilizadas por autoridades ucranianas também confirmaram a morte de outros três comandantes russos durante um combate pela recuperação da cidade de Chuhuiv.

Leia também: General russo é morto em combate na Ucrânia

“Durante o confronto, a cidade de Chuhuiv foi libertada. Os ocupantes sofreram pesadas perdas de pessoal e equipamentos”, informou o tenente-general da Ucrânia Serhiy Shaptala.

“O tenente-coronel Dmitry Safronov, comandante da 61ª Brigada de Fuzileirosss Navais das Forças Armadas Russas e o tenente-coronel Denis Glebov, vice comandante da 11ª Brigada de Assalto Aéreo foram mortos”.

Segundo relatórios, o comandante Konstantin Zizevsky também estaria entre as baixas recentes do exército russo.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos