Foco

General russo é morto por sniper em território ucraniano

Considerada como a principal baixa do exército de Putin até o momento, o general russo Andrei Sukhovetsky comandava a 7ª divisão aérea.

O general Andrei Sukhovetsky  foi morto por um sniper

O exército de Vladimir Putin sofreu sua primeira grande baixa durante a invasão na Ucrânia. O general russo Andrei Sukhovetsky foi morto por um sniper durante o combate.

Conforme informações do Yahoo! Notícias, Andrei foi morto em território ucraniano e, até o momento, é o oficial de maior escalão a perder a vida em combate desde o início dos confrontos.

O oficial foi morto no início desta semana, mas a informação só foi confirmada por representantes das forças russas nesta última quinta-feira, dia 3 de março.

Recomendados

Apesar da morte de Andrei ter sido confirmada, informações sobre o local do ataque não foram divulgadas.

Ele era responsável por comandar a 7ª Divisão Aérea e era um dos líderes do 41º Exército Combinado de Armas do Distrito Militar Central da Rússia.

O general era um veterano de guerra

Entre suas conquistas militares, Andrei foi condecorado por sua atuação na Criméia, em 2014, sendo convocado também para a ação russa realizada na Síria, em 2015.

Desta forma, sua perda foi considerada um dos maiores golpes sofridos pelo exército russo durante a invasão da Ucrânia, mostrando que os ucranianos estão oferecendo maior resistência do que o esperado por Putin.

A invasão militar do exército russo em território ucraniano segue para sua segunda semana, e na opinião do senador norte-americana Lindsey Graham, que também é um veterano de guerra, só acabará caso “alguém na Rússia decidir matar o presidente Vladimir Putin”.

Leia também: Idosa é detida pela polícia russa

Por sua vez, centenas de cidadãos russos seguem organizando e participando de protestos nas ruas das principais cidades do país.

Pedindo pelo fim da guerra, os manifestantes são duramente reprimidos pela tropa de choque da polícia russa, e em muitos casos acabam sendo presos.

Recentemente, imagens de crianças presas em uma delegacia viralizaram na internet. As crianças e suas mães foram presas após protestarem pacificamente pedindo pelo fim da guerra.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos