Social

Boxeador ucraniano afirma que sua maior luta está sendo na linha de frente

Wladimir Klitschko, ex-campeão mundial dos pesos pesados, e seu irmão Vitali, prefeito de Kiev, estão na linha de frente das defesas ucranianas.

O boxeador Wladimir Klitschko se alistou nas forças de defesa de seu país

O boxeador ucraniano Wladimir Klitschko, ex-campeão mundial dos pesos pesados, declarou que estar na frente de batalha pela defesa de seu país é a maior luta de sua vida.

Conforme a publicação realizada pelo The Mirror, Wladimir ficou mundialmente conhecido por sua atuação como boxeador, tendo conquistado o título de campeão mundial dos pesos pesados.

Em sua carreira ele participou de combates contra Tyson Fury e Anthony Joshua, da Grã-Bretanha, e conquistou uma série de 19 vitórias consecutivas até ser derrotado por Fury em 2015.

Junto de seu irmão Vitali, prefeito de Kiev, o lutador ressalta a importância de defender seu país diante dos ataques das tropas russas. “Boxe é esporte, isso aqui é guerra. Nosso povo está morrendo!”, afirma.

“Enquanto dou estas declarações, mulheres, crianças e civis estão sendo alvejados por bombas, mísseis e disparos. Esta é a terrível realidade da guerra. Dizem que esta é a maior luta da minha vida e eu concordo”.

Os irmãos pedem a exclusão da Rússia de competições esportivas internacionais

Além de defenderem seu país, os irmãos Klitschko pedem que a Rússia seja banida das competições esportivas realizadas a nível mundial.

“Isolar a Rússia de todas as competições esportivas não é um ato de agressão. Fazemos isso para para a guerra, em nome da paz. Não tenho nada pessoal contra os atletas, mas tenho muito contra a agressão realizada pelo presidente russo Putin”.

@klitschko

There are very precious moments in life. Even in desperate, challenging times like these. So heartwarming.#WeAreAllUkrainians#StopTheWar #Ukraine

♬ Originalton - Wladimir Klitschko

“Acreditamos que as sanções em diferentes níveis, incluindo o esporte, são de importância crucial. Se os atletas forem retirados das competições, eles questionaram seus líderes. Não é contra os atletas, mas sim em nome da paz”, reforça.

Leia também: Forças armadas de Putin sofrem novo golpe após a morte de um segundo general

Para os irmãos, o esporte é essencial para um país e, por tal motivo, as sanções voltadas para a prática esportiva podem ser efetivas para auxiliar na busca pelo fim da guerra.

“O esporte tem papel crucial nos países, por isso reforçamos a importância de ações como a do COI (Comitê Olímpico Internacional) que retirou os atletas russos de seus eventos”, finaliza.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos