Social

Garota de 13 anos tem o dedo do pé mordido durante um ataque de piranhas

Autoridades responsabilizaram as altas temperaturas e os baixos níveis de água pelo ataque. Após o ocorrido, as pessoas estão proibidas de entrar na água.

Uma menina de 13 anos precisou ser levada às pressas para o hospital e precisou de um enxerto de pele de emergência após ter um dedo do pé arrancado durante um ataque de piranhas. Cerca de 30 pessoas ficaram feridas depois que as piranhas atacaram um grupo de banhistas na Argentina.

Conforme a publicação feita pelo The Mirror, o ataque aconteceu perto do Rio Paraná, em Santa Fé.

Após o acidente, as autoridades locais proibiram as pessoas de entrar na água. Para eles, o ataque foi causado devido às altas temperaturas e aos baixos níveis de água.

“Na tarde de domingo, os salva-vidas de plantão foram acionados para lidar com todas as pessoas que sofreram com mordidas ao mesmo tempo. Esses peixes tendem a se mover em cardumes, então ocorreram muitos ataques simultâneos”, declararam as autoridades.

“Não esperávamos que acontecesse algo antes de o verão começar por aqui. Se as pessoas derem um mergulho rápido na água, tudo bem, mas o melhor é aproveitas os chuveiros que foram instalados na praia”.

Dezenas de banhistas ficaram feridos durante o ataque

Os ataques aconteceram em uma popular praia ribeirinha chamada Laguna Setubal. Este não foi o primeiro registro de ataques deste tipo no local. Em 25 de dezembro de 2013 mais de 60 pessoas foram feridas por piranhas no local.

Mais de 20 crianças estavam entre as vítimas do ataque do último final de semana. Uma menina de sete anos perdeu parte de um dos dedos e um menino teve uma fratura exposta na mão. Outros banhistas sofreram cortes profundos nos tornozelos, dedos e mãos.

Confira também:

Os banhistas correram desesperados para fora da água enquanto pediam por socorro enquanto os pais das crianças correram para retirá-las para um local seguro.

Os paramédicos chegaram rapidamente para auxiliar no socorro dos banhistas com ferimentos graves antes que a polícia fechasse a praia.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos