China adota cotonete anal como método para detectar a Covid-19

Por Brenno Quadros

A China está usando cotonetes anais para detectar a presença do coronavírus em sua população. Segundo especialistas, o método é mais eficiente que a sua versão nasal.

De acordo com o NY Post, o método começou a ser adotado com mais frequência no mês passado, após um menino de 9 anos testar positivo para a variante britânica do vírus (que é altamente contagiosa) em Pequim. Os cotonetes são inseridos de 3 a 5 centímetros no reto dos pacientes.

VEJA MAIS:
◦ Vídeo: brinquedo trava e deixa pessoas de cabeça para baixo no litoral de São Paulo
◦ Photobomb: mulher 'surta' após descobrir presença de Paul McCartney em foto sua
◦ Ministra da Saúde que tomou 'poção mágica' para prevenir a Covid-19 contrai a doença

Embora o cotonete nasal continue sendo o método mais popular de colheita de amostras devido à sua comodidade e rapidez, o cotonete anal têm sido usado ​​no país desde o ano passado em pessoas que vivem em lugares críticos como Pequim e Xangai.

“Claro, os cotonetes anais não são tão convenientes quanto os nasais, então eles só estão sendo usados ​​em indivíduos em áreas importantes de quarentena. Isso reduzirá o retorno de falsos positivos.” – Declarou Li Tongzeng, do Beijing You’an Hospital.

“O que descobrimos é que, em alguns pacientes infectados, o coronavírus sobrevive por um período mais longo em seu trato digestivo ou excrementos do que em seu trato respiratório” – Conclui.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo