Foco

Goiana grávida morre após ser atropelada por carro enquanto fazia caminhada, na Irlanda do Norte

Valeria Amorim, 28, estava gestante de seis meses; ela e a filha que esperava não resistiram

Bebê que ela esperava também não resistiu

A Polícia da Irlanda do Norte investiga o atropelamento que resultou na morte da goiana Valeria Amorim, de 28 anos, no condado de Fermanagh. A brasileira, que estava grávida de seis meses, fazia uma caminhada ao lado da filha mais velha e da mãe dela, quando elas foram atingidas por um carro.

O caso aconteceu na segunda-feira (19), na Rodovia Boa Island. Valéria, a filha e a mãe foram socorridas e levadas de ambulância até um hospital. Porém, a goiana e a bebê que esperava não resistiram aos ferimentos. Já as outras duas vítimas foram atendidas e liberadas.

A motorista do veículo, de 34 anos, foi detida em flagrante e permanece sob custódia policial. Ela é acusada por direção perigosa e excesso de álcool, que provocaram a morte da goiana. Além disso, a suspeita dirigia sem carteira de motorista.

Recomendados

Valéria era natural de Anápolis, em Goiás, mas morava na Irlanda do Norte há seis anos. Amigos e familiares lamentaram a morte dela, que tinha como passatempo jogar futebol. “O futebol feminino de Anápolis está em luto. Ela era muito amada e respeitada por todos e todas”, escreveu uma colega da vítima nas redes sociais.

“Virou estrelinha, junto com a minha netinha, Clhoé. Deus nos ajude. Nossa Senhora que nos dê forças”, disse a sogra da goiana.

A polícia irlandesa destacou, segundo a imprensa local, que o caso segue em investigação. A corporação busca imagens de câmeras de segurança que podem ajudar a apurar as circunstâncias do acidente.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos