Foco

Reviravolta nas investigações: marido de mulher sequestrada e morta após invasão a sítio é preso

Homem alegou que esposa foi morta por bandido; agora ele foi preso por envolvimento no caso

Ela deixou uma filha de 7 anos

A investigação sobre a morte de Vanessa Veroneze Francisco, de 36 anos, que foi sequestrada e morta após a invasão do sítio que morava com a família, em São Pedro, no interior de São Paulo, teve uma reviravolta. O marido dela, que também disse ter sido agredido por um criminoso, agora foi preso suspeito de envolvimento no assassinato.

O caso aconteceu no último dia 27 de novembro. O marido da vítima contou que um homem armado chegou ao sítio se passando por um parente e a esposa abriu a porta, quando foi rendida. Lá dentro, ele agrediu, ameaçou o casal e a filha de 7 anos e fugiu levando pertences e dinheiro.

O marido relatou que foi obrigado pelo homem a tomar comprimidos, que ele desconhece a finalidade, enquanto o assaltante dizia que iria matar a filha dele. Depois de vasculhar a casa e encontrar R$ 6 mil, o bandido deixou o local levando o casal na caminhonete da família.

Em um determinado local, ele fez o marido descer e deu uma pancada em sua cabeça, deixando-o desacordado. Depois, seguiu viagem levando Vanessa, que foi achada morta, também com ferimento na cabeça, a cerca de 1 quilômetro do sítio.

O caso foi inicialmente registrado como latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Porém, agora a polícia prendeu o marido por suspeita de envolvimento no crime. A corporação não detalhou qual teria sido a participação dele.

Como o nome do marido não foi revelado, a defesa dele não pôde ser encontrada para comentar o assunto até a publicação desta reportagem.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos