Foco

SP lança projeto que padroniza instalação de antenas 5G no estado

Medida foi enviada à Alesp e visa agilizar a chegada da cobertura da tecnologia todos os 645 municípios paulistas

O Governo de São Paulo lançou nesta terça-feira (16) um programa para agilizar a chegada da cobertura 5G a todos os 645 municípios paulistas. Para isso, o governador João Doria (PSDB) assinou um projeto de lei, que será enviado à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), que incentiva os gestores municipais com linhas de crédito para modernizar legislações locais de antenas.

O programa “Conecta SP”, que tem investimento de R$ 3 milhões, foi lançado nesta durante uma cerimônia no Palácio dos Bandeirantes com a presença de prefeitos paulistas, representantes das empresas que venceram o leilão de 5G no estado e também de deputados da base do governo na Alesp.

LEIA TAMBÉM:

“Não podemos ter nenhuma resistência à tecnologia, temos que abraçar a tecnologia porque ela vai permitir um amplo uso e práticas que vão levar ao benefício ao cidadão, da mais remota área rural do estado de São Paulo até os grandes centros urbanos”, afirmou Doria.

A cerimônia contou com demonstrações de aplicação do 5G pelas empresas Ericsson, Huawei e Nokia em áreas como saúde, organização urbana, indústria, agricultura e transporte. A rede 5G Standalone que operou no Palácio dos Bandeirantes foi disponibilizada pela Ericsson e operada pela TIM, usando licença científica liberada pela Anatel.

Nesta etapa inicial, a principal meta do “Conecta SP” é estimular a modernização das legislações municipais, aspecto considerado fundamental para a rápida implantação do 5G. Prefeitos e vereadores conheceram detalhes da proposta e também terão apoio técnico do Estado para atualização de leis locais de antenas.

Investimentos

Associações do setor de telecomunicações preveem a necessidade de investimentos iniciais de R$ 4 bilhões em infraestrutura apenas em São Paulo para atender a requisitos da nova tecnologia de internet nos próximos anos. Ao todo, esse mercado deve movimentar R$ 266 bilhões em todo o estado em médio prazo.

“Este programa é para melhorar a qualidade de vida das pessoas, o acesso a serviços e reduzir os custos de logística. Esta lei inédita apoiará a padronização em todos os municípios. Que São Paulo seja referência, não somente para o Brasil, em tecnologia aplicada para o combate às desigualdades, mas também uma referência para o mundo”, destacou a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com a Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade (InvestSP), também irá cooperar com Prefeituras e Câmaras Municipais para o alinhamento das legislações locais a marcos legais e regulatórios para infraestrutura de telecomunicações.

Leilão do 5G

O leilão do 5G foi realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) no último dia 4 e movimentou pelo menos R$ 7 bilhões. A previsão é de que a tecnologia comece a chegar ao Brasil em 2022, primeiro nas grandes cidades e depois nos demais municípios do país.

Segundo a Anatel, para todas as cidades do Brasil com mais de 30 mil habitantes, o prazo para a adoção da tecnologia é julho de 2029.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos