Foco

Corpo de pastor que disse que ressuscitaria após três dias é enterrado, em Goiás

Ele assinou documento pedindo o prazo antes de ser sepultado; esposa chegou a entrar na Justiça para impedir cerimônia

A morte e enterro do pastor Huber Carlos Rodrigues, em Goiatuba, no sul de Goiás, gerou comoção na cidade e nas redes sociais. Isso porque ele escreveu que, quando morresse, ressuscitaria em três dias, e a esposa dele chegou a entrar na Justiça para impedir o sepultamento. A cerimônia foi realizada na madrugada desta terça-feira (26).

O pastor morreu na última sexta-feira (22) em Itumbiara, também em Goiás, por complicações cardiorrespiratórias. Ele teve covid-19, mas já não estava mais com o vírus. Porém, ainda fazia tratamento de sequelas deixadas pela doença.

LEIA TAMBÉM:

A morte ganhou repercussão por causa de um documento assinado por ele, em 2008, no qual diz ter sido informado pelo Espírito Santo de que iria ressuscitar três dias depois de sua morte, às 23h30.

“Minha integridade física tem que ser totalmente preservada, pois ficarei por três dias morto, sendo que no 3ª dia, eu ressuscitarei. Meu corpo durante os três dias não terá mau cheiro e nem se decomporá, pois o próprio Deus terá preparado minha carne e meu cérebro para passar por essa experiência”, escreveu o pastor.

Ainda segundo o documento, para que a profecia se tornasse verdadeira, o corpo dele não deveria passar por autópsia, cirurgia ou “qualquer tipo de medicação ou preparação do corpo pela funerária”. Na época, a declaração foi assinada por duas testemunhas.

Com a morte do pastor, a esposa dele foi até a funerária e pediu que o corpo dele ficasse refrigerado, sem nenhum tipo de contato, até que fosse respeitado o prazo de três dias, que terminou na noite de segunda-feira (25).

A Prefeitura de Goiatuba informou que a Vigilância Sanitária chegou a notificar a funerária a realizar o sepultamento imediato do corpo, na segunda-feira. Porém, a funerária disse que respeitou o desejo dos familiares e aguardou o prazo pedido por eles.

Enquanto isso, centenas de pessoas se aglomeraram na frente da funerária para aguardar a ressureição do pastor. Como ela não ocorreu após os três dias, o sepultamento foi realizado à 0h30 desta terça-feira, com presença de muitos seguidores e até uma transmissão ao vivo nas redes sociais.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos