Foco

Telemedicina será ampliada em São Paulo para atender demanda reprimida

O governo do Estado de São Paulo anunciou nesta quarta-feira a ampliação do serviço de telemedicina para atender a demanda de consultas médicas reprimida que ocorreu em função da pandemia de covid-19.

O teleatendimento será realizado pelo programa Multisaúde para 14 especialidades médicas, sendo oito clínicas e seis de urgência e emergência. São:

Clínicas: endocrinologia, nefrologia, cardiologia, pneumologia, vascular, hematologia, gastroenterologia e ortopedia.

Urgência e Emergência: Infectologia, Neurologia clínica, neurologia cirúrgica, medicina intensiva, cardiologia e ortopedia

Os atendimentos serão realizados em 14 hospitais do estado de São Paulo, Guarulhos, Osasco e Vale do Ribeira.

LEIA TAMBÉM:

  1. Veja a premiação da Lotofácil e da Quina para o sorteio desta quarta-feira
  2. Mega-Sena: Apostador de Mogi Mirim, no Interior de São Paulo, leva R$ 60 milhões
  3. Gatos entram na Justiça contra condomínio na Paraíba; entenda

A plataforma que será usada foi desenvolvida pelo governo com investimento de R$ 25,2 milhões e possibilitará, além da consulta por videoconferência, emissão de laudos e receita para o paciente. As consultas poderão ser feitas por computador, tablet ou smartphones.

“O atendimento 100% digital conta com apoio presencial de médicos especialistas 24 horas por dia, sete dias por semana”, disse Doria.

O serviço deve funcionar 24h, sete dias por semana e a estimativa é que 12 mil atendimentos sejam realizados mensalmente.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos