Foco

Doria testa positivo para covid-19

Governador já havia tomado as duas doses da vacina

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), testou positivo para a covid-19 pela segunda vez. O anúncio foi feito pelo tucano na tarde desta quinta-feira (dia 15), pelas redes sociais.

«Hoje, por prevenção, fiz mais um teste de Covid e o resultado infelizmente foi positivo. Por orientação médica, cancelei imediatamente toda a agenda e vou trabalhar de casa, cumprindo os meus compromissos como governador, mas de forma virtual», escreveu Doria.

Leia também:

São Paulo lança campanha para a vacinação de todos os adultos até 20 de agosto; assista

Prefeitura de São Paulo anuncia vacinação contra covid-19 para pessoas com 34, 33 e 32 anos; veja as datas

O governador disse que os demais compromissos presenciais serão conduzidos pelo vice-governador, Rodrigo Garcia. Mesmo infectado, ele aproveitou para elogiar a vacina do Instituto Butantan, com a qual foi imunizado, e pediu para que todos continuem seguindo os protocolos de segurança.

«Estou me sentindo muito bem, disposto e tenho convicção que estou sendo protegido contra o agravamento da doença pela vacina do Butantan, a qual já tomei as duas doses. Eu, como milhões de pessoas, fui protegido graças à vacina. Meu caso serve de alerta para todos que já foram vacinados seguirem respeitando os protocolos. Pois, todos estão suscetíveis a serem infectados e transmitir o vírus, mesmo vacinados. Não importa a vacina, elas evitam o agravamento da doença, não a infecção.»

Doria continuou: «E para aqueles que ainda não foram vacinados, meu caso também serve de exemplo, para demonstrar a importância da vacinação para evitar que a doença se agrave, levando à internação ou morte. Continuarei sendo acompanhado pelos médicos, com a certeza de que a vacina está me protegendo, assim como protege milhões de brasileiros.»

O governador de São Paulo gravou ainda um vídeo em que fala sobre a descoberta da doença, também publicado em seu perfil.

Assista:

Hoje, por prevenção, fiz mais um teste de Covid e o resultado infelizmente foi positivo. Por orientação médica, cancelei imediatamente toda a agenda e vou trabalhar de casa, cumprindo os meus compromissos como governador, mas de forma virtual. Os demais compromissos presenciais serão conduzidos pelo vice-governador, Rodrigo Garcia. Estou me sentindo muito bem, disposto e tenho convicção que estou sendo protegido contra o agravamento da doença pela vacina do Butantan, a qual já tomei as duas doses. Eu, como milhões de pessoas, fui protegido graças à vacina. Meu caso serve de alerta para todos que já foram vacinados seguirem respeitando os protocolos. Pois, todos estão suscetíveis a serem infectados e transmitir o vírus, mesmo vacinados. Não importa a vacina, elas evitam o agravamento da doença, não a infecção. E para aqueles que ainda não foram vacinados, meu caso também serve de exemplo, para demonstrar a importância da vacinação para evitar que a doença se agrave, levando à internação ou morte. Continuarei sendo acompanhado pelos médicos, com a certeza de que a vacina está me protegendo, assim como protege milhões de brasileiros.

Posted by João Doria on Thursday, July 15, 2021

Doria contraiu o novo coronavírus pela primeira vez vez em agosto do ano passado. Na ocasião, permaneceu assintomático.

Vacinação e filtro de jacaré

Doria tomou a primeira dose da CoronaVac no dia 7 de maio, aos 62 anos. Ele recebeu a dose das mãos da primeira pessoa imunizada contra a covid-19 no Brasil, a enfermeira Mônica Calazans.

Em seguida, postou uma foto com um filtro de Jacaré do Instagram e escreveu: «Esperei minha vez, entrei na fila do posto de saúde e fui vacinado aos 63 anos. E não virei jacaré», em provocação ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que chegou a dizer que não se responsabilizaria se quem tomasse o imunizante se transformasse no animal.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos