logo
Estudantes fazem fila para higienizar as mãos em colégio estadual da capital / Rivaldo Gomes/FolhapressEstudantes fazem fila para higienizar as
mãos em colégio estadual da capital / Rivaldo Gomes/Folhapress
Foco 09/04/2021

Escolas estaduais reabrem a partir do dia 14 em São Paulo

Não haverá obrigatoriedade de frequência, reforçou secretário

Por : Metro World News

As escolas estaduais serão reabertas a partir da próxima quarta-feira (dia 14) em São Paulo. O anúncio foi feito pelo secretário estadual da Educação de São Paulo, Rossieli Soares, nesta sexta-feira (dia 9), durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes.

Na próxima semana entra em vigor a Fase Vermelha do Plano São Paulo, o que possibilita a reabertura das escolas. Isso porque a educação integra lista de atividades essenciais.

As escolas voltam a operar, mas sem a obrigatoriedade de frequência e com no máximo 35% dos alunos por sala de aula.

De acordo com Soares, a medida tem como foco o atendimento de  alunos com severa defasagem no aprendizado, com problemas de acesso à tecnologia, necessidade de alimentação escolar e alunos com saúde mental em risco.

A abertura de escolas municipais e particulares depende de decisões de cada prefeitura. Na capital, o prefeito Bruno Covas (PSDB) decidiu pela liberação das aulas presenciais já na segunda-feira (dia 12).

Vacinação dos professores

Divulgação

Professores com mais de 47 anos e que estejam trabalhando ativamente em instituições de ensino poderão receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19 a partir de amanhã (dia 10).

A imunização do grupo estava prevista para segunda-feira (dia 12), mas o cronograma foi antecipado. Esse público corresponde a um total de 350 mil pessoas.

Para receber a vacina, esse público específico necessita de um documento especial emitido pelo diretor do estabelecimento de ensino para validar as condições de vacinação.

Fase Emergencial

O vice-governador e secretário de Governo do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, anunciou hoje que o Estado passa da Fase Emergencial para a Fase Vermelha do Plano São Paulo a partir de segunda-feira (dia 12).

A decisão, de acordo com Garcia, está baseada na queda de 17,7% no número de internações nesta semana epidemiológica, em comparação com a semana anterior.

Na Fase Vermelha, continuam as restrições de atendimento presencial em todos os serviços não essenciais, mas volta a ser liberada a venda de produtos e alimentos em lojas e restaurantes por delivery, drive-thru e retirada (na porta do comércio) , e também a reabertura de lojas de material de construção.