André do Rap: STF segue decisão de Fux e derruba liminar de Mello

Por Metro World News

Por 6 votos a 0, o plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) formou maioria e seguiu a decisão do presidente da Corte, Luiz Fux, de derrubar a liminar do ministro Marco Aurélio de Mello, que concedeu liberdade ao traficante André Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap e apontado como um dos líderes da organização criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Sebrae Outubro

Os votos que acompanharam Luiz Fux partiram de Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Dias Toffoli. A sessão foi suspensa após a apreciação de Toffoli. Ainda faltam votar Marco Aurélio Mello, Gilmar Mendes, Ricardo Lewnadowski e Carmén Lucia. Entretanto, a maioria já está formada.

Apesar do parecer do plenário, André do Rap segue foragido. O traficante, solto no dia 10, está na lista de procurados internacionais da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal, em português).  

Loading...
Revisa el siguiente artículo