Brasil não consegue incluir Teich em comissão que investiga OMS

Por Metro World News

O médico e ex-ministro da Saúde Nelson Teich teve o nome vetado para a formação de uma comissão que investiga a ação da OMS (Organização Mundial da Saúde) diante da pandemia e propõe uma reforma ao órgão.

O governo brasileiro encara o veto como uma derrota, já que houve até campanha de bastidores para emplacar o ex-ministro na comissão. O próprio presidente Jair Bolsonaro escolheu Teich.

Leia também:
ANS suspende 11 planos de saúde da Unimed
Bolsonaro sobre auxílio: ‘R$ 300 é pouco, mas pra quem paga, é muito’

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

A lista dos especialistas que formam a comissão foi divulgada na manhã desta quinta-feira (3) em reunião entre os governos em Genebra, na Suíça.

Mauricio Cárdenas, ex-ministro de Finanças da Colômbia, e o ex-presidente mexicano estão entre os peritos , além de nomes da China, Índia e África do Sul.

A comissão é liderada por Helen Clark, ex-primeira-ministra da Nova Zelândia, e Ellen Johnson Sirleaf, ex-presidente da Libéria.

 

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo