Brasil

Lei de drogas colaborou para ampliar lotação nos presídios no Brasil, diz ONG

Um relatório da ONG Human Rights Watch aponta que o número de pessoas no sistema prisional do país aumentou 85% entre 2004 e 2014.

A entidade considerou o sistema carcerário brasileiro um dos piores do mundo.

Atualmente, são mais de 622 mil detentos em todo o país, número que é 67% superior à capacidade dos presídios brasileiros, sendo que 40% dessas prisões ainda não foram julgadas.

Um dos fatores para a superlotação é a Lei de Drogas em vigor desde 2006 que, segundo a ONG, tem uma linguagem vaga, que permite usuários de drogas serem processados como traficantes.

O pesquisador da Human Rights Watch no Brasil, Cesar Muñoz, comparou os presídios brasileiros com o período da Idade Média.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos