Foco

Governo de São Paulo tenta evitar greve na CPTM

Uma reunião nesta quarta no TRT (Tribunal Regional do Trabalho) vai definir se os funcionários da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) entrarão em greve a partir das 0h de quinta-feira.

O secretário dos Transportes, Jurandir Fernandes, disse ontem que é possível evitar a paralisação.

Para os ferroviários, a forma como a CPTM está conduzindo as negociações leva a categoria a decidir pela greve. Em reunião segunda-feira, a companhia manteve a proposta de reajuste salarial de 3,97%. A proposta do Tribunal Regional do Trabalho é de 8,03%.

O sindicato também pede reajuste nos benefícios e participação nos resultados de, no mínimo, R$ 4 mil.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos