Estilo de Vida

Mãe abre sex shop para pessoas com mais de 50 anos que preferem ‘brinquedos’ mais leves

“Há muito estigma especialmente para as mulheres que envelhecem e não sabem para onde ir e falar sobre isso”, explica a empresária

Suzanne Noble

Uma empresária de 61 anos pensou nas pessoas com mais idade, mas que ainda estão ‘na ativa’ e abriu um sex shop específico para pessoas com mais de 50 anos.

Suzanne Noble é responsável pela loja on-line ‘Sunset Satisfaction’. A ideia é atender as pessoas mais velhas que acham que os produtos sexuais disponíveis no mercado são ‘muito poderosos’.

Nobel, moradora de Kilburn, Londres, é mãe de dois filhos. Além do investimento no sex shop, ela também tem um podcast sobre sexo com seu parceiro Peter Marriott de 62 anos um TikTok com quase 50 mil seguidores.

“Como resultado disso, sabíamos que havia muitas pessoas na casa dos 50 e 60 anos realmente lutando com sua vida sexual e com a experiência de prazer, porque estavam deixando muitos comentários. Então decidimos que faríamos algo sobre isso e abriríamos uma loja para pessoas mais velhas”, explica ela sobre como a loja surgiu.

LEIA TAMBÉM: Relacionamento: Como ter certeza sobre terminar a relação? Confira 6 questionamentos importantes

Ela diz que a ideia da loja é manter um estoque simples e não oferecer muitos produtos para os clientes. “Muitas lojas de sexo têm tantas coisas que as pessoas realmente não sabem por onde começar”.

Ela também comenta que prefere manter a loja nesse formato pois foi exatamente como se sentiu após querer experimentar os brinquedos sexuais.

“Também temos muitos livros. Muitos que eu li e recomendaria porque eles são realmente úteis quando você está tentando entender como experimentar prazer mais tarde na vida.

O site de vendas de produtos eróticos foi lançado apenas há algumas semanas, mas Suzanne garante que o negócio começou bem

“Eu tive muitos comentários realmente reconfortantes, especialmente de mulheres, que disseram ‘obrigado por serem ousados o suficiente para falar sobre esses tópicos e ser honestos sobre isso’”.

“Há muito estigma, mas também há muitos problemas significativos que surgem, especialmente para as mulheres, à medida que você envelhece e não sabe para onde ir e falar sobre isso”.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos