Estilo de Vida

Mesmo com o avanço das vacinas, higienização das mãos e das superfícies é essencial, diz especialista

Médico fala dos hábitos adquiridos durante a pandemia e o motivo deles continuarem sendo importantes

Mesmo com o avanço das vacinas, higienização das mãos e das superfícies são essenciais, diz especialista

Durante a pandemia, alguns hábitos de higiene foram adquiridos, como o uso de álcool em gel e a limpeza constante de superfícies. Ainda existem casos diários de infecção de covid e outras variantes, mas algumas práticas de limpeza acabaram ficando menos frequentes. Porém, não é hora de de relaxar, principalmente por conta de variantes como a Ômicron.

“A higiene pessoal é, talvez, a maior ação que deve ser incentivada e comunicada, porque uma doença infectocontagiosa é transmitida a partir do momento em que a população se descuida”, afirma Rodrigo Stabeli, diretor da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Ribeirão Preto (SP) e professor de Medicina na UFSCar (Universidade Federal de São Carlos).

LEIA TAMBÉM:

⋅ Qual é a diferença dos sintomas da covid-19 e da gripe?

⋅ Cuidados contra a covid-19 devem ser mantidos nas festas de fim de ano, alerta secretaria

⋅ Brasil registra 6,8 mil novos casos e 86 óbitos por covid-19 em 24h

Esses hábitos de higiene se tornaram uma ação preventiva obrigatória em 2020 graças a Organização Mundial da Saúde (OMS) e vão desde o uso obrigatório de máscaras, a disponibilidade de álcool em gel e o uso de álcool 70% na limpeza de superfícies. “As medidas devem acontecer até termos certeza de que o coronavírus não é mais um vírus pandêmico”, diz o médico.

Confira abaixo todas as recomendações da OMS:

  • Mantenha uma distância segura de outras pessoas (pelo menos 1 metro), mesmo que elas não pareçam estar doentes;
  • Use máscara em público, especialmente em locais fechados ou quando não for possível manter o distanciamento físico;
  • Prefira locais abertos e bem ventilados em vez de ambientes fechados. Abra uma janela se estiver em um local fechado;
  • Limpe as mãos com frequência. Use sabão e água ou álcool em gel;
  • Tome a vacina;
  • Cubra o nariz e a boca com o braço dobrado ou um lenço ao tossir ou espirrar;
  • Fique em casa se você sentir indisposição.
Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos