logo
/ Divulgação / Divulgação
Estilo de Vida 29/10/2020

Companhia aérea LATAM mantém aumento progressivo de sua operação nos últimos quatro meses

O grupo LATAM anunciou, nesta semana, a sua malha aérea prevista para novembro de 2020. Como revelado, após operar 25% da sua capacidade em outubro, o grupo pretende operar 33% em novembro, impulsionado pelos voos internacionais do Peru e pelo aumento da operação doméstica no Brasil e na Colômbia.

De acordo com a projeção, o grupo deve alcançar 4.300 voos domésticos e internacionais por semana (Filiais: Chile, Peru, Colômbia, Equador e Brasil), o que representa 1 mil voos semanais a mais do que em outubro.

“Todas as estimativas estão sujeitas à evolução da pandemia, bem como às restrições de viagens em todos os países onde a companhia opera. Atualmente, a empresa atende 106 destinos em 14 países”, detalhou.

No Brasil, a LATAM seguirá retomando gradualmente as suas operações já restabelecidas para 44 destinos domésticos. Após operar 48% de sua capacidade em outubro, pretende operar 54% em novembro, alcançando a marca de 337 voos diários no País.

“Para isso, duplicará o número de destinos servidos a partir do aeroporto de São Paulo/Congonhas com relação a outubro, retomando voos do aeroporto paulista para Fortaleza, Florianópolis, Vitória, Cuiabá, Navegantes e Goiânia”, completou.

“A companhia também seguirá reforçando seus principais hubs (centros de conexão), com 38 destinos atendidos a partir de São Paulo/Guarulhos e 30 destinos a partir de Brasília. Do Brasil para o exterior, serão retomadas as rotas internacionais São Paulo-Assunção e São Paulo-Lima, e será ampliado de 3 para 5 o número de voos semanais na rota São Paulo-Miami”.

Limpeza de aeronaves

Ainda de acordo com as informações, a LATAM também criou no Brasil uma tecnologia própria para limpeza de aeronaves com luz ultravioleta. A empresa é a primeira aérea da América Latina a produzir “in company” robô autônomo para higienizar todas as superfícies internas dos seus aviões.

O protótipo projetado pela engenharia da empresa e produzido no Centro de Manutenção (MRO) da LATAM em São Carlos foi testado pelo Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP) e deve entrar em operação ainda em outubro.

“O robô autônomo com luz UV da LATAM soma-se às demais medidas de segurança, higienização e distanciamento já adotadas pela companhia e recomendadas pela IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) e OMS (Organização Mundial de Saúde) para combater a disseminação do Coronavírus”, completou.

Com informações da LATAM

LEIA TAMBÉM: