Estas foram as dietas mais buscadas no Google em 2019

Por Metro World News

Existem muitos tipos de dietas que podem ajudar o corpo, mas neste 2019 algumas foram mais buscadas do que outras.

Através da ferramenta Google Trends, é possível determinar quais foram as cinco dietas mais procuradas pelos usuários e, provavelmente, que se tornaram as mais populares.

 

A dieta do jejum intermitente

Esta é uma dieta baseada em certos períodos de tempo. Ou seja, os horários mais comuns envolvem jejum por 16 horas por dia ou quatro horas duas vezes por semana.

De acordo com artigo da Harvad Health Publishing, não comer alimentos por longos períodos de tempo ajuda a diminuir significativamente os níveis de insulina. As células de gordura liberam o açúcar acumulado para energia, que é transformado em gordura quando não queimada.

 

A dieta do Dr. Sebi

Dieta baseada em nozes, frutas, legumes, sementes e outros suplementos. Ou seja, consiste em um regime vegano estrito, no qual 4 litros de água devem ser ingeridos diariamente, e o consumo de álcool e produtos à base de trigo devem ser evitados.

O seu criador, Alfredo Bowman — mais conhecido como dr. Sebi —, explicou que essa dieta ajuda o corpo a se fortalecer contra doenças e permite expelir resíduos tóxicos. Porém, essas alegações foram negadas por nutricionistas.

 

A dieta Noom

Esta é uma dieta feita com a ajuda de um aplicativo que permite que a pessoa modifique os seus hábitos alimentares.

Através do app, a pessoa terá a ajuda de um treinador responsável pelo consumo de alimentos vermelhos e amarelos. O aplicativo tem um custo mensal de 50 dólares, e quase 80% dos usuários da dieta Noom perderam peso, de acordo com relatórios científicos da Nature.com.

 

A dieta das 1,2 mil calorias

Os praticantes desta dieta devem ingerir no máximo 1,2 mil calorias diárias.

Pesquisas mostram que a prática de dietas de baixa caloria gera benefícios à saúde e ajuda na perda de peso.

De acordo com o portal Medical News Today, mulheres que estão amamentando, pessoas corpulentas, indivíduos ativos e pessoas com certas doenças requerem uma quantidade maior de calorias.

 

A dieta GOLO

Esta dieta assume uma forma antidietária, ou seja, não restringe o consumo de calorias, mas estimula o consumo de alimentos com baixo índice glicêmico — o que acelera o índice metabólico das pessoas.

Também incentiva o consumo de suplementos feitos a partir de extratos vegetais, os quais permitem a regulação dos níveis de açúcar.

 

Fonte: Publimetro México

Loading...
Revisa el siguiente artículo