Esporte

Contra a Colômbia, Tite inicia testes para formar a Seleção da Copa

A Seleção Brasileira não está “apenas” classificada para a Copa do Mundo da Rússia no ano que vem, mas tem também garantida a liderança das Eliminatórias Sul-Americanas. É nesse contexto que os comandados de Tite vão a campo nesta terça-feira, às 17h30 (de Brasília), encarar a Colômbia no Estádio Metropolitano de Barranquilla pela 16ª rodada.

Mas, para o treinador, não se trata de um “amistoso” de luxo. Na sua visão a “Copa já começou” e aqueles jogadores que ainda não têm vaga assegurada entre os 23 que vão para o Mundial precisam mostrar serviço.

Por isso, o técnico fará mudanças na equipe que venceu o Equador por 2 a 0, semana passada, em Porto Alegre. Por necessidade haverá as entradas de Filipe Luís na vaga de Marcelo, suspenso, e de Thiago Silva no lugar de Miranda, desconvocado após sofrer uma pancada na última partida. Além deles, também iniciarão entre os 11, por opção de Tite, o volante Fernandinho e o atacante Roberto Firmino. Saem Casemiro e Gabriel Jesus.

Assim, a Seleção começará o confronto com: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luis; Fernandinho; Paulinho, Renato Augusto, Willian e Neymar; Roberto Firmino.

O capitão da vez será Paulinho, que participou da coletiva de imprensa ao lado do técnico após o treino de ontem. E o volante garantiu que o fato de o Brasil estar classificado não vai trazer acomodação: “Na Seleção não tem zona de conforto. Quando começar o jogo, a gente esquece o contexto.”

Tite também falou sobre o estágio atual do Brasil: “Estamos classificados e orgulhosos disso. Mas conforto é só para quem já conquistou alguma coisa, o que não é o nosso caso. Só nos habilitamos a ir ao Mundial. Agora estamos em um momento de consolidação e vamos trabalhar pensando assim. Por isso novas peças, para haver maturidade de equipe”.

Recorde à vista

Depois de assegurar a Seleção na primeira colocação das Eliminatórias, Tite agora mira bater um recorde. A Argentina, na luta por uma vaga na Copa de 2002, marcou 43 pontos, melhor marca do torneio. O Brasil tem 36. Para isso, precisa vencer os três jogos que faltam: Colômbia, Bolívia e Chile.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos